Bebê nasce com feto dentro de abdômen e caso raro surpreende médicos

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

11 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Bebê nasce com feto dentro de abdômen e caso raro surpreende médicos

Um exame de ultrassom revelou o caso extremamente raro: existiam dois cordões umbilicais, mas a mãe não estava esperando gêmeos

Bebê nasce com feto dentro de abdômen e caso raro surpreende médicos

Um fenômeno raro, que aconteceu na Colômbia, chamou atenção de internautas e profissionais da saúde em diversos países. Um bebê foi gerado com um feto dentro do seu abdômen, que não possuía cérebro e nem coração, mas se alimentava através da irmã.

Mãe carregando recém-nascida que tinha feto no abdômen (Divulgação)

A descoberta foi feita durante uma ultrassom aos 7 meses de gestação, as imagens mostravam a existência de dois cordões umbilicais, mas a mãe não estava esperando gêmeos.

De acordo com o jornal Extra, o cirurgião Miguel Parra informou que o fenômeno raro conhecido como “fetus in feto”, acontece entre um a cada 500 mil nascimentos.

Ainda segundo o especialista, caso a criança não tivesse sido diagnosticada a tempo, teria crescido com um feto parasita dentro do corpo por anos.

Logo após o nascimento, a menina passou por uma cirurgia para que o feto fosse retirada do seu abdômen. A operação foi bem sucedida e o estado de saúde da recém-nascida é estável.

O caso é um dos mais raros na medicina fetal, destacou Parra, pela eventualidade. As células que deveriam formar dois gêmeos não se separaram, então o “mais velho” começou a se desenvolver dentro do seu irmão mais novo, ao invés de crescer no útero da mãe.

 

(*) Com informações do Extra

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading