Ministério Público da Bolívia pede prisão de Evo Morales por terrorismo-Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

12 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Ministério Público da Bolívia pede prisão de Evo Morales por terrorismo

A acusação atual faz parte do chamado "caso áudio", que investiga uma gravação telefônica entre Evo Morales e o ativista Faustino Yucra

Ministério Público da Bolívia pede prisão de Evo Morales por terrorismo
Reprodução: kurier

Ministério Público da Bolívia pediu, nessa segunda-feira, 6, a extradição e prisão do ex-presidente Evo Morales por terrorismo e financiamento da prática. Ele vive como refugiado na Argentina. Em meio a protestos na Bolívia, Evo renunciou à Presidência em 10 de novembro e depois foi ao México.

A acusação atual faz parte do chamado “caso áudio”, que investiga uma gravação telefônica entre Evo Morales e o ativista Faustino Yucra. No áudio, o ex-presidente boliviano ordenava que apoiadores bloqueassem ruas e estradas como ‘protesto’ contra o Exército.

No áudio, ouve-se: “Não deixe entrar comida nas cidades, vamos bloquear, cerco de verdade”. O MP boliviano concluiu que a voz pertence ao ex-presidente. “As amostras têm uma alta probabilidade de identificar a voz do Sr. Evo Morales Ayma”. Segundo a denúncia, as amostras foram testadas por especialistas da Colômbia.

Essa é a  segunda vez que a Bolívia pede a prisão de Evo Morales. Em dezembro de 2019, ele foi acusado pelo governo interino do país de ter cometido crimes como sedição (rebelião contra o Estado), terrorismo e financiamento ao terrorismo.

 

 

(*) Com informações do Poder 360

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading