Turquia concorda em suspender ação militar na Síria

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

14 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Turquia concorda em suspender ação militar na Síria

O vice-presidente acrescentou que Trump também concordou em suspender as atuais sanções, caso a Turquia pare totalmente com a ação militar

Turquia concorda em suspender ação militar na Síria

O vice-presidente norte-americano, Mike Pence, declarou que a Turquia concordou em suspender sua operação militar no norte da Síria durante 120 horas. Pence fez o comentário depois de se reunir com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, na Turquia, nessa quinta-feira, 17.

Pence disse que o presidente Donald Trump concordou em não impor sanções adicionais, caso a Turquia honre o cessar-fogo. O vice-presidente acrescentou que Trump também concordou em suspender as atuais sanções, caso a Turquia pare totalmente com a ação militar.

Em antecipação às observações de Pence, Trump usou o Twitter, citando um acordo que foi conseguido na reunião. Ele agradeceu Erdogan, afirmando que ” milhões de vida serão salvas”.

Forças curdas

As forças curdas disseram que vão aceitar a proposta de cessar-fogo que lhes permitiria sair das áreas fronteiriças, no norte da Síria, enquanto a Turquia suspenderia sua ofensiva militar na região.

As forças curdas divulgaram declaração, nessa quinta-feira, depois que os Estados Unidos e a Turquia chegaram a um acordo no mesmo dia.

Elas disseram que concordaram com o cessar-fogo em algumas áreas e implementaram o acordo às 22h do mesmo dia. Acrescentaram que vão cumprir as determinações estabelecidas pelo processo de cessar-fogo e, ao mesmo tempo, exigiram que a Turquia cumpra o mesmo acordo.

Um comandante curdo, envolvido nas campanhas militares contra os militantes do Estado Islâmico, disse à mídia local que só aceitará o cessar-fogo depois de a Turquia se retirar do norte da Síria. A Turquia afirma que o acordo não exige que suas tropas saiam da região.

 

(*) Com informações da Agência Brasil

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias