Flamengo tenta quebrar hegemonia de clubes europeus no Mundial

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

11 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Flamengo tenta quebrar hegemonia de clubes europeus no Mundial

O time que tenta o bi da competição (ganhou em 1981) empolga porque tem um ataque que já marcou 144 gols, conquistou o Brasileirão e a Libertadores

Flamengo tenta quebrar hegemonia de clubes europeus no Mundial
Flamengo está embalado com a conquista do Brasileirão e da Libertadores. (Foto: Henri Romero/ Reuters/Agência Brasil)

Flamengo desafia a hegemonia europeia na decisão do Mundial de Clubes, contra o Liverpool, neste sábado, às 14h30 (de Brasília), no Catar. Desde a campanha vitoriosa do Corinthians contra o Chelsea, em 2012, que os times sul-americanos ficam pelo caminho.

San Lorenzo (2014), River Plate (2015) e Grêmio (2017) não tiveram competência ao decidir com o campeão da Europa. E Atlético-MG (2013), Atlético Nacional (2016) e de novo o River Plate (2018) sequer chegaram à final. 

Mas o Flamengo comandado pelo português Jorge Jesus mostra números que fazem o torcedor ter fé. O time que tenta o bi da competição (ganhou em 1981) empolga porque tem um ataque que já marcou 144 gols, conquistou o Brasileirão e a Libertadores, algo que só o Santos havia alcançado, na década de 60, tem o primeiro (Gabigol) e o segundo (Bruno Henrique) artilheiros do Nacional, possui em suas fileiras atletas acostumados a enfrentar europeus, como Rafinha e Filipe Luís. 

Mais: venceu 12 jogos no ano por placares de três ou mais gols e ganhou na Libertadores da América a pecha de não desistir nunca da luta – os dois gols da virada diante do River foram marcados nos minutos finais do segundo tempo. 

Jesus admitiu ser a partida a mais importante de sua carreira. Sabe que será fogo contra fogo dentro de campo, embora reconheça que o Liverpool e os clubes europeus têm sempre os melhores jogadores do mundo.

“Não temos os melhores, mas temos bons jogadores também”, disse o treinador, que ainda não confirmou a permanência no rubro-negro em 2020.

Ocorre que o Liverpool também está em alta: após ganhar a Liga dos Campeões, o time de Jürgen Klopp está invicto no Campeonato Inglês com 16 vitórias e um empate. Portanto, sobra na Inglaterra como o Flamengo sobrou no Brasil.

“Cada treinador tem a sua ideia de jogo. O que o Flamengo tem passado ao longo desses seis meses é uma ideia de olhar sempre para o gol, sempre para frente, para o espetáculo… Nós, europeus, somos formados não só para ganhar, mas para dar espetáculo”, disse Jesus.

(*) com informações do O Estado de S.Paulo

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading