Juiz adverte amigos e parentes do advogado Wilson Justo

US - R$ 4,18

×

Juiz adverte amigos e parentes do advogado Wilson Justo

"Ninguém aqui está brincando”, declarou o juiz após deboches de familiares e amigos de Wilson Justo durante o depoimento de uma testemunha.

Clima começou quente no segundo dia do julgamento do delegado Gustavo Sotero. (Foto: Márcio Silva/Amazonas1)

O julgamento do delegado de Polícia Gustavo Sotero foi retomado na manhã desta quinta-feira, 28, com o juiz Celso de Paula, advertindo familiares e amigos do advogado Wilson Justo.

O magistrado precisou interromper o depoimento da primeira testemunha da manhã, uma servidora do Tribunal de Justiça, após o grupo ligado a Wilson emitir manifestação de ironia e deboche com risos as perguntas feitas pela defesa do Delegado Sotero.

“Ninguém aqui está brincando. Por favor, não são permitidas manifestações”, ponderou o magistrado para então retomar o julgamento .

Molina busca holofotes

Minutos antes, na entrada do Tribunal do Júri, o fonoaudiólogo Ricardo Molina, contratado como perito pela assistência de acusação como perito criminal, tentou protagonizar uma aparição durante a entrevista coletiva da defesa de Sotero.

Molina acabou sozinho diante das câmeras clamando por espaço de fala. “ Por favor não encerrem, ele falou, me deixem falar também”, implorou o fonoaudiólogo.

Fonoaudiólogo Ricardo Molina (E) foi contratado para ajudar a assistência da acusação no julgamento do delegado Gustavo Sotero. (Foto: divulgação/assessoria da defesa)

 

(*) com informações a assessoria

Faça um comentário