Reforma do plenário e mini-auditório da CMM custará R$ 2,5 milhões

US - R$ 4,09

×

Reforma do plenário e mini-auditório da CMM custará R$ 2,5 milhões

O presidente do Legislativo municipal se adiantou em explicar que a realização da obra em caráter de urgência é para garantir o plenário funcionando em 2020

Reforma do plenário acontece após 14 anos de inauguração (Foto: Divulgação)

Em ano pré-eleitoral, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Joelson Silva (PSDB), assinou contrato de R$ 2,5 milhões com a empresa Renzo Construções Ltda-EPP para a reforma e ampliação do plenário Ruy Araújo e do mini-auditório da sede do Parlamento. O contrato nº 013/2019 está publicado no Diário Oficial do Legislativo da última quinta-feira, 14.

Em texto enviado pela assessoria de comunicação da CMM, no último dia 13 de novembro, o presidente Joelson Silva justificou a reforma como necessária após 14 anos sem qualquer benfeitoria no local.

“O nosso plenário tem catorze anos e nunca passou por reforma. Essa revitalização irá trazer maior segurança e acessibilidade para uma área onde já houve vários pequenos acidentes, em que pessoas já torceram o pé, caíram, entre outras situações constrangedoras”, disse Joelson Silva.

O presidente da CMM se adiantou em explicar que a realização da obra em caráter de urgência é para garantir o plenário funcionando em 2020.

“Se tentássemos fazer em dezembro, nós não conseguiríamos abrir a nossa sessão legislativa do ano que vem no novo plenário a tempo”, justificou.

O contrato com a Renzo Construções Ltda-EPP tem vigência de 90 dias e a mudança da estrutura do plenário Ruy Araújo para um espaço provisório no segundo andar da CMM termina nesta sexta-feira, 22. Veja abaixo o documento.

Faça um comentário