Com apoio de comparsas, homem morre após invadir casa e fazer reféns

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

12 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Com apoio de comparsas, homem morre após invadir casa e fazer reféns

Após duas horas de negociações intensas, no bairro Praça 14 de Janeiro, três homens e uma mulher foram presos pela Polícia Militar

Com apoio de comparsas, homem morre após invadir casa e fazer reféns
Os quatro assaltantes foram apresentados no 1º DIP (Divulgação)

O auxiliar de ferramentaria Jorge Adriano Anaquiri Moura, 28, foi morto na noite dessa quarta-feira, 8, após praticar assalto no bairro Praça 14 de Janeiro, na zona Sul de Manaus. Outros dois homens, identificados como Almerindo Figueira Mota Júnior, 27, e Lindocarlos Coelho Júnior, 24, foram presos durante ação criminosa.

Segundo informações da polícia, os três homens invadiram uma casa na rua Visconde de Porto Alegre, com intuito de roubar celulares e joias. Após saírem do lugar, os criminosos trocaram tiros com um morador que chegou armado. Na troca de tiros, Jorge Adriano foi atingido com um tiro na cabeça e morreu na hora.

Após notarem que o comparsa estava morto, Almerindo e Lindocarlos retornaram para a casa, fazendo dois idosos e uma enfermeira reféns com armas apontadas para suas cabeças. O local foi cercado pelas equipes da Força Tática, Comando de Operações Especiais (COE) e Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), que atenderam a ocorrência por volta das 23h.

Material apreendido pela Polícia Militar (Foto: Divulgação)

Após duas horas de negociações intermediadas pelo tenente Landell, supervisor da área, as três pessoas reféns, sendo um idoso de 78 anos, uma idosa de 75 anos e uma enfermeira de 43 anos, foram liberados sem ferimentos. Em seguida, os dois assaltantes se renderam.

Com os criminosos, a polícia apreendeu três revólveres calibre 38, com cinco munições, sendo uma deflagrada; duas facas. Durante revista no imóvel, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 16 CBC, sem munição; um rifle calibre 44 Rossi, sem munição; uma pistola Taurus 380, contendo 14 munições; uma pistola Glock UGP 017 G5 380, com 12 munições; e uma pistola Imbel ponto 40.

Em ato contínuo, o irmão de Almerindo, identificado como Bruno Cézar Pereira da Mota, 31, foi detido em frente ao imóvel após denúncia de populares. Também foi presa, Fabrícia Corrêa Fontenelle, 29, por dar apoio aos comparsas. Ela estava na frente da casa, em um carro Corsa, de cor cinza e placa OAI-4651.

O quarteto foi apresentado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para os procedimentos legais, juntamente com o armamento e os objetos roubados, além do carro no apoio logístico. Eles foram autuados por roubo majorado e formação de quadrilha, sendo posteriormente encaminhados para audiência de custódia via videoconferência e ficarão à disposição da Justiça.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading