Delegado é detido por agredir esposa após desentendimento familiar
A + A -

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

28 de maio de 2020
Site auditado pelo

Redes Sociais

[email protected]

Delegado é detido por agredir esposa após desentendimento familiar

A violência doméstica foi registrada na DECCM por injúria e lesão corporal na noite de sexta-feira, 27

Delegado é detido por agredir esposa após desentendimento familiar
Delegado Roger Shiguemichi Gandra Makimoto (Foto: Divulgação)

O delegado Roger Shiguemichi Gandra Makimoto, 40, foi preso na noite de sexta-feira, 27, por violência doméstica após agredir a  esposa Katiana de Oliveira Rodrigues, 30. O fato aconteceu na avenida Nathan Lemos Xavier de Albuquerque, loteamento Águas Claras 2, bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus.

Conforme o Boletim de Ocorrência (B.O.), a violência doméstica ocorreu por volta das 22h30, após um desentendimento familiar entre o delegado e a esposa. O 3º sargento Airam do Carmo, da 27ª Companhia Interativa Comunitária (27ª Cicom) atendeu a ocorrência.

O delegado e a vítima foram encaminhadas para os procedimentos cabíveis na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), onde o caso foi registrado por injúria e lesão corporal pela delegada plantonista, no âmbito da Lei Maria da Penha.

 

Nota da Polícia Civil

 

Na noite de sexta-feira (27/03), um delegado da Polícia Civil do Amazonas, de 40 anos, foi conduzido por policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (27ª Cicom) à Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) da zona centro-sul, onde foi autuado em flagrante por lesão corporal e injúria, no âmbito da Lei Maria da Penha, tendo como vítima a companheira dele, uma mulher de 30 anos.

O crime ocorreu por volta das 22h30, na avenida Nathan Lemos Xavier de Albuquerque, bairro Novo Aleixo, zona norte da cidade.

Na unidade policial, foram realizados todos os trâmites cabíveis. O delegado foi autuado em flagrante e, após pagar fiança no valor de R$ 2 mil, foi liberado.

Ele vai responder ao processo criminal em liberdade. O procedimento foi encaminhado à Corregedoria do Sistema de Segurança.

Em face do caso, a Corregedoria Geral do Sistema de Segurança vai abrir um procedimento para apurar a conduta do servidor, transgressões disciplinares e analisar punições cabíveis.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias