Dupla suspeita de tráfico morre em confronto com policiais da Rocam

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

1 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Dupla suspeita de tráfico morre em confronto com policiais da Rocam

O confronto entre suspeitos e policiais militares ocorreu no conjunto João Paulo II, bairro Nova Cidade, na zona Norte de Manaus

Dupla suspeita de tráfico morre em confronto com policiais da Rocam
O feto foi removido ao IML (Foto: Josemar Antunes/Arquivo)

Eduardo Castilho Ferreira, 26, e Kaio Vinícius da Silva Moraes, 16, morreram após confronto com uma unidade da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), na avenida Monsenhor Amâncio de Miranda (antiga Dom Jackson Damasceno), conjunto João Paulo II, bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus.

Segundo a polícia, uma denúncia anônima informou que homens estariam armados e comercializando drogas.

No local indicado, uma equipe da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) foi recebida a tiros e durante o confronto dois suspeitos foram baleados.

Com a dupla, os policiais encontraram um revólver calibre 38, com duas munições intactas e três deflagradas, além de 42 porções de oxi, 13 pinos de oxi, uma porção pequena de maconha e R$ 325.

Eduardo foi alvejado no tórax, sendo socorrido até o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Dr. Platão Araújo, onde morreu, por volta das 2h.

Segundo os pais, Eduardo era usuário de drogas e tinha envolvimento com o tráfico.

Kaio Vinícius, que também deu entrada na mesma unidade hospitalar, não resistiu aos ferimentos, por volta das 20h16.]

Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML).

Todo material apreendido na ação policial foi apresentado no 6º Distrito Integrado de Polícia (6º DIP) para os procedimentos legais. O caso ocorreu na última quinta-feira, 26.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading