Enquanto os pais trabalhavam, criança é estuprada por adolescente - Amazonas1
31 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Enquanto os pais trabalhavam, criança é estuprada por adolescente

O fato ocorreu em um balneário, no conjunto residencial Viver Melhor, bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus

Enquanto os pais trabalhavam, criança é estuprada por adolescente
O caso foi registrado no 26º DIP (Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM)

Um adolescente de 14 anos foi apreendido, após estuprar um menino de 4 anos. O fato ocorreu em um balneário, no conjunto residencial Viver Melhor, bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus.

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), registrado no domingo (13), no 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a criança havia sido levada pelos pais para o local de trabalho, já que não foi possível deixá-la aos cuidados de outra pessoa.

Durante o almoço, o pai deixou a criança aos cuidados de uma funcionária em uma casa do balneário. Depois de algumas horas, a mãe foi ao local para ver o filho e encontrou a genitora do adolescente na sala. Ela seguiu para o quarto e se deparou com a porta trancada.

Desconfiada, a mãe começou a bater na porta e pedir para abrir. Depois de acessar o cômodo, o menino correu para os braços da mãe e relatou que tinha sido estuprado. Na ocasião, a mãe do adolescente disse que era invenção da criança e denunciar daria muito trabalho.

Inconformada, a mãe da vítima ligou para uma irmã e contou o fato. Os familiares acionaram os policiais militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que conduziram o menino para exames no Instituto Médico Legal (IML), onde foi constatado o estupro.

Em razão do crime, os policiais militares retornaram para o balneário e apreenderam o adolescente, que está à disposição da Justiça na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading