US - R$ 3,83

×

Homem é preso acusado de ajudar atirador que matou em bar de Manaus

Suspeito informou que foi prometida a quantia de R$ 1,5 mil para transportar autor dos disparos que atingiu vítimas em bar no Centro


Um homem identificado como “Mario Antônio”, de 45 anos, foi preso acusado de envolvimento na morte de Anderson Silva Andrade,18, em um bar na rua Simão Bolívar, Praça da Saudade, na noite da última quarta-feira(20). Durante a ação criminosa, uma pessoa ficou ferida.

Suspeito disse que iria receber R$ 1,5 mil para ajudar na fuga (Divulgação)

De acordo com a Polícia, um homem chegou ao bar em um táxi e efetuou os disparos. Os tiros atingiram Anderson que foi a óbito no local e um outro homem, de 30 anos, que foi levado ao HPS 28 de Agosto onde segue internado. Seu estado de saúde é estável.

Logo após o ocorrido, policiais da 24ª Cicom iniciaram as buscas a partir das informações repassadas sobre o suspeito e o veículo usado. “Passamos a informação pelo rádio e uma segunda viatura o localizou em seguida. Aos policiais militares, ele informou que, após o crime, deixou o autor na Praça da Bandeira Branca e que lhe havia sido prometida a quantia de R$ 1,5 mil para transportá-lo”, informou o comandante da 24ª Cicom, major Franklin Terto.

O acusado foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros(DEHS), onde foi indiciado por homicídio e tentativa de homicídio. De acordo com levantamento feito no Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), Mario Antônio já tem outras passagens pela polícia, uma delas em 2014 por roubo.

O titular da delegacia de Homicídios e Sequestros, delegado Paulo Martins, afirmou que a polícia segue trabalhando para identificar o autor dos disparos e descobrir a motivação do crime. “O acusado preso informou, nos primeiros depoimentos, não conhecer o executor, alegando ter auxiliado apenas na fuga”.

O carro usado para o homicídio, um táxi alugado, foi apreendido e está no pátio da DEHS.

(*) Com informações da Assessoria

Faça um comentário