Homem investigado por homicídio em 2019 é preso em Manaus - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

7 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Homem investigado por homicídio em 2019 é preso em Manaus

De acordo com o delegado Torquato Mozer, a prisão do homem ocorreu na rua Manjericão, no Jorge Teixeira, no mesmo bairro em que o crime foi cometido

Homem investigado por homicídio em 2019 é preso em Manaus
Foto: Erlon Rodrigues / PC-AM

Davio Oliveira dos Santos, 32, conhecido como “Belote”, foi preso na manhã desse domingo, 5, por volta das 6h, pela equipe do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Ele estava sendo investigado pela autoria do homicídio de Jackson Mourão da Mota, 20. O crime ocorreu no dia 4 de novembro de 2019, na rua Paraíba do Sul, no bairro Jorge Teixeira,  zona Leste da capital.

De acordo com o delegado Torquato Mozer, titular da unidade policial, a prisão do homem ocorreu na rua Manjericão, no mesmo bairro em que o crime foi cometido. Na ocasião do assassinato, a vítima teria recebido uma mensagem do infrator para que eles se encontrassem em uma via pública.

Conforme a autoridade policial, no local do encontro, Jackson foi recebido com diversas pauladas desferidas por “Belote”. Apesar de ter sido encaminhado para uma unidade hospitalar da capital, onde passou por procedimentos cirúrgicos, o jovem não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

“Na verdade, os dois eram parceiros de crimes, como tráfico de drogas e roubos, praticados no bairro Jorge Teixeira. No entanto, as diligências policiais realizadas pela nossa equipe indicam que o homicídio teria sido motivado pelo fato da vítima ter se relacionado com a mesma mulher com quem Davio também mantinha um relacionamento amoroso”, explicou Torquato.

Ainda segundo o delegado, no momento do delito, que foi gravado pela câmera de um celular, “Belote” estava acompanhado de um comparsa, identificado como Eudes Nascimento Vilar, que já foi preso, em 2019, pelas equipes do 30º DIP.

Mozer explicou que o mandado de prisão preventiva em nome de Jackson foi expedido no dia 23 de dezembro de 2019, pela juíza Sanã Nogueira de Oliveira do Plantão Criminal.

Procedimentos 

Davio foi indiciado por homicídio. Após os trâmites no 30º DIP, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará por audiência de custódia via videoconferência.

 

(*) Com informações da assessoria

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading