Homem que matou idoso em dezembro de 2019 é preso por latrocínio
25 de janeiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Homem que matou idoso em dezembro de 2019 é preso por latrocínio

Breno Pimenta Pereira, 21, que estava sendo investigado por latrocínio, foi preso preventivamente na noite de segunda-feira, 27, pela equipe de investigação

Homem que matou idoso em dezembro de 2019 é preso por latrocínio
Idoso foi achado morto dentro de casa por familiares (Foto: Josemar Antunes/Amazonas1)

Breno Pimenta Pereira, 21, que estava sendo investigado por latrocínio, foi preso preventivamente na noite de segunda-feira, 27, pela equipe de investigação da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

De acordo com o delegado Aldeney Goés, titular da Derfd, Breno foi preso em um terminal de ônibus situado no bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus. Ele é acusado de matar o idoso Antônio Correia Cabral, 64, no dia 23 de dezembro de 2019.

Os peritos criminais constataram o crime de latrocínio (Foto: Josemar Antunes/Amazonas1)

A vítima foi encontrada morta dentro de casa por familiares, dois dias depois do crime, em avançado estado de decomposição. O fato ocorreu na rua Comendador Clementino, no bairro Centro, zona Sul. No local, os peritos criminais constataram sinais de luta corporal e ausência de bens do idoso.

“Após investigações e diligências conseguimos identificar que o autor do crime era Breno, representei junto à Justiça pelo pedido de prisão em nome dele por esse crime. Breno é considerado uma pessoa perigosa para a sociedade, pois já possuía outros mandados em aberto pela prática de roubo. Durante depoimentos, o infrator confessou o crime que vitimou o idoso”, informou Góes.

O mandado de prisão preventiva por latrocínio em nome do jovem foi emitido no dia 11 de março deste ano, pela Central de Inquéritos.

Procedimentos

Breno foi indiciado pelo crime de latrocínio. Ao término dos trâmites na Derfd, ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), para a audiência de custódia por videoconferência e ficará à disposição da Justiça.

 

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading