Mulher é executada a tiros na frente do filho de 4 anos

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

4 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Mulher é executada a tiros na frente do filho de 4 anos

Crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira, 26. Segundo a Polícia Civil, a mulher ainda tentou correr, mas os criminosos efetuaram diversos disparos

Mulher é executada a tiros na frente do filho de 4 anos
Mulher é executada a tiros na frente do filho de 4 anos (Édio Wenzke)

Uma mulher foi morta a tiros na frente do filho de 4 anos na madrugada desta quarta-feira, 26, no bairro Restinga, na zona Sul de Porto Alegre, capital do estado de Rio Grande do Sul.

Veja também: Cuidadora é flagrada atirando criança ao chão em creche; vídeo

Segundo o delegado Rodrigo Garcia, que investiga o caso, Rochele Alves Quadros, de 30 anos, estava saindo de casa com uma amiga e o filho por volta da meia-noite quando percebeu a presença de dois carros entrando na rua.

Veja também: Morre criança de 8 anos que caiu do quinto andar de prédio

“Ela se assustou e começou a correr. Depois, cerca de quatro pessoas descem dos veículos usando máscaras e diferem diversos disparos”, relata o delegado.

No local, foram encontradas nove munições de calibre 9mm e três de fuzil. A amiga de Rochele e a criança não foram atingidas pelos disparos.

Ainda de acordo com o delegado, a vítima possuía antecedentes criminais.

“Um bem antigo por tráfico de drogas. O resto são crimes menores”, diz.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

“Ainda não sabemos se ela era alvo dos executores ou se simplesmente acabaram atirando nela, pois ela estava no local e correu”, finalizou.

(*) Com informações do G1

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias