Polícia prende quadrilha que roubava celulares e mercadinhos

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

5 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Polícia prende quadrilha que roubava celulares e mercadinhos

Foram presos 7 suspeitos que, segundo a polícia, integram grupos distintos dentro do crime. Eles foram apresentados à imprensa, nesta segunda, 29

Polícia prende quadrilha que roubava celulares e mercadinhos
Polícia apresentou sete suspeitos de praticar diversos crimes em Manaus, nesta segunda, 29 (Foto: Josemar Antunes/Amazonas1)

Sete homens foram presos na última sexta-feira (26), por policiais civis do 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e 5ª Seccional Centro-Sul. Quatro são integrantes de uma organização criminosa responsável por roubos de celulares. Outros dois estão envolvidos em roubo a um mercadinho e furto de objetos de um carro pertence a uma juíza do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Os suspeitos foram apresentados à imprensa na tarde desta segunda-feira (29), no prédio da Delegacia Geral, no bairro Dom Pedro, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

Carlos Henrique Silva Ferreira, 18, conhecido como “Pira”; Vitor Hugo Araújo Machado, 18, chamado “Vitinho”; Wallaf Silva dos Santos, 40, vulgo ” Cegueta”, e Leonardo de Lima Góes, 26, o “Léo”, além de Thalison Marques Siqueira, 23, integram uma associação criminosa responsável por mais de 30 roubos de celulares, em diversos bairros da Zona Centro-Sul de Manaus.

Outros dois homens identificados como Matheus Taylo Mattos dos Santos, 22, conhecido como “Matheuszinho”, e Adalberto Anderson Corrêa dos Santos, 24, o “Beto”, foram presos em cumprimento de mandado de prisão por roubo majorado e furto qualificado. A dupla faz parte de uma organização criminosa que tinha como foco, roubar mercadinhos e furtar objetos de veículos na Zona Centro-Sul da capital. Os furtos aconteciam em estacionamentos comerciais e de escolas.

De acordo com o delegado Raul Augusto Neto, titular do 12° DIP, os sete homens integram grupos distintos. Durante as investigações, “Pira” foi identificado como líder do bando criminoso e atuante nos roubos. Ele foi preso no bairro São Francisco, na Zona Sul da capital. Outros três integrantes foram presos no bairro São José, na Zona Leste.

“As investigações iniciaram há um mês após duas vítimas terem os celulares roubados por dupla em moto. Ficou constatado nas investigações que se tratava de uma organização criminosa que tinha como principal objetivo, roubar celulares valiosos e com alto poder de venda”, explicou o delegado.

O segundo grupo investigado, que integra Matheus e Adalberto, roubaram um mercadinho no dia 23 de julho deste ano, na comunidade Mundo Novo, no bairro Flores. Do local, a dupla roubou um notebook e dinheiro do estabelecimento comercial.

Durante os trabalhos de investigação, os policiais civis descobriram que um terceiro homem dava suporte para Matheus e Adalberto, na esquina da rua, em um carro Corsa/Classic, de cor branca e placa OAF-7032. Eles são responsáveis por roubar pertences de uma juíza, que estavam no interior do veículo.

“Adalberto já possui passagens por tráfico de drogas e colocado em liberdade. Ele e Matheus roubaram um mercadinho na última terça-feira (23). No dia seguinte, eles furtaram objetos do interior de um carro que pertence a uma juíza. Na ocasião, Adalberto descobriu que o carro era da juíza que concedeu liberdade. Os documentos pessoais da juíza foram jogados em via pública”, disse o delegado Raul Augusto Neto.

Carlos, Vítor, Wallaf, Leonardo e Thalison tiveram preventiva decretada pela 8ª Vara Criminal. Matheus e Adalberto tiveram as ordens judiciais expedidas no Plantão Criminal.

Ao todo, foram recuperados 30 celulares. Todos serão devolvidos para as vítimas ao longo da semana. As investigações ainda continuam para prender outras pessoas envolvidas na ação criminosa.

Ao término dos procedimentos cabíveis, os sete homens serão encaminhados para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficarão à disposição da Justiça.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading