US - R$ 3,84

×

Polícia revela novos detalhes sobre desaparecimento de menina de 11 anos

A estudante relatou que ela e Paulo se conheceram em janeiro deste ano, em uma rede social. Desde então, eles passaram a conversar frequentemente


A titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Joyce Coelho, falou sobre a elucidação de caso de desaparecimento de estudante do Ensino Fundamental de 11 anos e da prisão, em flagrante, de Paulo Adriano Castro de Souza, 22, por estupro de vulnerável.

Suspeito conheceu vítima em rede social (Divulgação)

De acordo com a delegada, a menina foi para a escola onde estuda, no bairro Cidade Nova, e não retornou mais para casa. Por conta disso, a mãe da criança registrou, na tarde daquele mesmo dia, Boletim de Ocorrência (BO) comunicando o desaparecimento da filha.

Veja também: Menina de 11 anos desaparece após sair da escola em Manaus

Menina de 11 anos desaparecida é encontrada no Terminal 4, em Manaus

“Após tomarmos conhecimento do sumiço da estudante, imediatamente demos início às diligências em torno do caso. Contamos com o apoio da imprensa na divulgação da imagem da desaparecida, e a população nos ajudou, compartilhando nas redes sociais o fato. Logo após ficar sabendo da repercussão do desaparecimento, a garota resolveu voltar para a casa. Ela foi encontrada por familiares por volta das 17h de quarta-feira,22, no Terminal de Integração 4 (T4), na zona norte”, relatou a delegada.

Imagens captadas por câmeras de segurança, posicionadas nas proximidades da escola onde a menina estuda, registraram o momento em que a estudante deixou o local acompanhada de Paulo Adriano, no dia do desaparecimento. “O jovem buscou a criança na escola e a levou para a casa dele, localizada no bairro Novo Aleixo. Ressalto que ele é adulto e tinha total consciência dos atos dele. Além disso, sabia da idade da menina. Quando percebeu que a criança estava sendo procurada, ele a deixou no T4, após os dois passarem mais de 24h juntos”, enfatizou Coelho.

Conforme a titular da DEPCA, após a estudante ser encontrada, a equipe da especializada iniciou as buscas por Paulo. A prisão do jovem foi efetuada na noite de quarta-feira,22, na casa dele. “Em depoimento, ele explicou que mora com o pai, que não estava na cidade quando convidou a criança para ficar com ele no imóvel. Enfatizo que os pais precisam ficar atentos ao comportamento dos filhos, para que não cheguem a uma situação extrema”, orientou.

Em termo de declaração, a estudante relatou que ela e Paulo se conheceram em janeiro deste ano, em uma rede social. Desde então, eles passaram a conversar frequentemente. O primeiro encontro deles pessoalmente ocorreu na última terça-feira,21, quando o suspeito foi buscá-la na escola.

Flagrante – Paulo foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEPCA, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis.

(*) Com informações da Assessoria

Faça um comentário