Sargento do Exército é preso por abusar sexualmente do próprio sobrinho

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

9 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Sargento do Exército é preso por abusar sexualmente do próprio sobrinho

O autor é sargento do Exército e já havia tentado cometer o mesmo crime em 2019. Testemunhas disseram que militar já cometeu o mesmo crime outras vezes

Sargento do Exército é preso por abusar sexualmente do próprio sobrinho
76ª DIP de São Gabriel da Cachoeira (Foto: Divulgação/PC-AM)

Um homem de 48 anos foi preso em flagrante, na quarta-feira, 9, por abusar sexualmente do próprio sobrinho de 13 anos. O crime ocorreu no município de São Gabriel da Cachoeira (distante 852 quilômetros de Manaus).

De acordo com a delegada Grace Jardim, titular da 76ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), o homem é sargento do Exército e já havia tentado cometer o mesmo crime em 2019, mas o sobrinho conseguiu fugir e se esconder.

Delegada Grace Jardim, titular da 76ª DIP (Foto: Divulgação/PC-AM)

Em outra oportunidade, o autor soube que a vítima estava sozinha em casa e se aproveitou da situação para cometer o crime. Trancou a porta e usou de força para contê-lo. O homem ainda ligou para o pai do adolescente para saber a que horas ele iria retornar.

“Enfrentamos, por muito tempo, uma grande dificuldade aqui no município. As famílias acobertam os autores desse tipo de crime para não serem expostos na cidade”, declarou a delegada Grace Jardim.

A autoridade policial destacou, ainda, que o adolescente foi pressionado a não prosseguir com a denúncia. Em depoimento, outras testemunhas disseram que o sargento já cometeu o mesmo crime outras vezes, mas pela primeira vez, alguém teve coragem de denunciar.

“Isso acaba punindo a vítima mais uma vez, que sofreu as consequências desse crime brutal e ainda é hostilizada pela família. Neste momento, é importante o apoio dos familiares”, salientou Grace.

Procedimentos

O infrator foi indiciado por estupro de vulnerável e, após os trâmites cabíveis, ele permanecerá na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça.

 

(*) Com informações da assessoria

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading