Secretário de Segurança determina envio de reforços para Nova Olinda do Norte

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

1 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Secretário de Segurança determina envio de reforços para Nova Olinda do Norte

Determinação surgiu após tumulto de populares no município, devido a prisão de um casal suspeito pelo homicídio de uma criança de três anos

Secretário de Segurança determina envio de reforços para Nova Olinda do Norte

Após o tumulto de populares em Nova Olinda do Norte neste domingo, 19, devido a prisão de um casal suspeito pelo homicídio de uma criança de apenas três anos, o secretário de Segurança Pública (SSP-AM), coronel Louismar Bonantes, determinou o envio de reforços para o município. As informações foram repassadas, em nota, pela assessoria de comunicação.

Os suspeitos, que são o pai e madrasta do garoto, foram transferidos da cidade ainda nesta tarde, e equipes policiais permanecerão em Nova Olinda para manter o controle, segundo a SSP-AM. 

“De acordo com o delegado Claudenor Medeiros, titular da 47a Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Nova Olinda do Norte, o casal Robert Nascimento Oliveira, 21, e Maria José Bezerra dos Santos, 24, foi preso em flagrante no início da tarde deste domingo, 19, por volta de meio-dia, suspeitos dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, que teve como vítima o filho de Robert, um menino de 3 anos”, informou o órgão, em nota.

Conforme Medeiros, a polícia foi acionada na tarde de sábado, 18, por agentes de saúde do município, informando que o filho de Robert estaria desaparecido. “Os agentes estiveram em uma visita domiciliar na casa dos dois e acharam estranha a atitude dos dois, que contaram diversas versões sobre o paradeiro da criança, que não estava na casa no momento do atendimento médico. As equipe policiais iniciaram as diligências e encontraram o corpo do menino enterrado no quintal da casa do casal, situada na estrada do Curupira, quilômetro 11, zona rural daquele município”, disse a secretaria.

Também conforme a SSP-AM, o delegado informou que a dupla teria admitido que, após agredir fisicamente a criança, a enterrou no quintal. O crime ocorreu, provavelmente, na última quarta-feira, 15. “O titular da 47a DIP disse, ainda, que após os procedimentos na delegacia Robert e Maria José foram transferidos para unidade prisional em outra cidade. Por questões de segurança, o destino não será informado”, finalizou.

Veja a nota na íntegra:

“O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, determinou o envio de reforços para Nova Olinda do Norte, neste domingo (19/01), após o registro de tumultos populares no município em virtude da prisão de um casal suspeito de homicídio. Os dois presos foram transferidos da cidade, na tarde deste domingo, e equipes policiais permanecerão em Nova Olinda para manter o controle.

De acordo com o delegado Claudenor Medeiros, titular da 47a Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Nova Olinda do Norte, o casal Robert Nascimento Oliveira, 21, e Maria José Bezerra dos Santos, 24, foi preso em flagrante no início da tarde deste domingo (19/01), por volta de meio-dia, suspeitos dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, que teve como vítima o filho de Robert, um menino de 3 anos.

Conforme Medeiros, as equipes policiais foram acionadas na tarde de sábado (18/01) por agentes de saúde do município, informando que o filho de Robert estaria desaparecido. Os agentes estiveram em uma visita domiciliar na casa dos dois e acharam estranha a atitude dos dois, que contaram diversas versões sobre o paradeiro da criança, que não estava na casa no momento do atendimento médico. As equipes policiais iniciaram as diligências e encontraram o corpo do menino enterrado no quintal da casa do casal, situada na estrada do Curupira, quilômetro 11, zona rural daquele município.

O delegado informou que a dupla teria admitido que, após agredir fisicamente a criança, a enterrou no quintal. O crime ocorreu, provavelmente, na última quarta-feira (15/01). O titular da 47a DIP disse, ainda, que após os procedimentos na delegacia Robert e Maria José foram transferidos para unidade prisional em outra cidade. Por questões de segurança, o destino não será informado.”

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading