US - R$ 4,12

×

Servidor é suspeito de desviar dinheiro e vender armas apreendidas, no AM

Um auxiliar judiciário do Fórum da Comarca de Rio Preto da Eva foi preso suspeito de desviar produtos apreendidos – como dinheiro e armas de fogo – para integrantes de uma quadrilha.

As armas ficavam em um cofre no Fórum e eram vendas para quadrilhas – foto: Josemar Antunes

Um auxiliar judiciário do Fórum da Comarca de Rio Preto da Eva (distante 54 km de Manaus), foi preso na manhã desta terça-feira, 18, pela equipe da 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP). Ele é suspeito de desviar produtos apreendidos – como dinheiro e armas de fogo – para integrantes de uma quadrilha. O suspeito não pode ter a identidade revelada à pedido da Justiça. 

Durante a ação, outros cinco homens, identificados como Benedito Gomes de Miranda, o “Bala”; Carlos Augusto Guido dos Santos; Denis Serrão de Arruda, conhecido como “Negão”; José Evaldo Lima da Silva Batista, vulgo “Taí”, e Eduardo Brito da Silva, chamado “Dudu”, foram presos pelos policiais civis. As prisões ocorreram nos bairros Carlos Braga, da Paz e Centro. Com eles, foram aprendidos duas armas de fogo.

De acordo com uma fonte policial ao Amazonas1, o caso foi descoberto na segunda-feira (17), após outro servidor do Fórum realizar vistoria no cofre. Ele denunciou o desfalque de seis armas de fogo e a quantia de R$ 900 na delegacia do município.

“Os produtos haviam desaparecido há mais de um mês do Fórum. O servidor responsável pelo cofre se ausentou e outro funcionário se aproveitou e tirou uma cópia da chave. O assistente judiciário utilizou da função pública para desviar os produtos apreendidos nas operações realizadas pela Polícia Civil. Em depoimento, ele confessou que vendeu cada revólver por R$ 900”, informou a fonte policial.

Ainda segundo as investigações, o servidor público, das iniciais G.P.F., é usuário de drogas. Outros três homens fugiram para a capital amazonense. Eles já foram identificados e estão sendo procurados pela polícia.

Quatro homens foram presos na operação – foto: Josemar Antunes

Faça um comentário