Soldado do Exército Brasileiro é preso por estuprar criança de seis anos - Amazonas1
2 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Soldado do Exército Brasileiro é preso por estuprar criança de seis anos

O militar compartilhou nas redes sociais o vídeo da criança fazendo sexo oral, o que causou revolta na população

Soldado do Exército Brasileiro é preso por estuprar criança de seis anos
O soldado Renan G. Costa foi preso por estupro de vulnerável (Foto: Divulgação)

O soldado do Exército Brasileiro (EB), Renan Guimarães Costa, 21, foi preso na noite deste sábado (24), suspeito de abusar sexualmente de uma menina de seis anos. O fato ocorreu por volta das 21h, na rua Madalena Frota, no bairro Novo Aleixo, na zona Norte de Manaus.

Segundo informações da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a guarnição atendeu a ocorrência por volta das 17h, após ser informada que um homem estava sendo agredido por populares.

Chegando ao local, os policiais militares foram informados que homem tinha abusado de uma menina, sobrinha da namorada. O militar filmou o crime e compartilhou nas redes sociais o vídeo da criança fazendo sexo oral, o que causou revolta na população.

Leia mais: Homem acusado de estuprar criança de seis anos é preso

Renan, que é lotado no 1ª Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), foi conduzido para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). No vídeo, o militar obriga a menina abaixar a calcinha.

Após ter o pedido negado, Renan ordena a criança fazer sexo oral e grava o ato libidinoso. A mãe soube do vídeo ao ver na rede social da irmã e denunciou o crime. Não há informações quem postou as imagens pornográficas.

O militar das Forças Armadas foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. Em seguida, ele foi conduzido por uma equipe do Exército Brasileiro e está custodiado no quartel da corporação.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading