US - R$ 3,86

×

Suspeito de roubar R$450 mil de banco foi baleado e morre em hospital

Roubo aconteceu na última terça-feira (8), Ação foi captada pelas imagens do circuito de segurança da agência. Assista:


Um homem, suspeito de envolvimento no assalto que levou R$ 450 mil na última terça-feira (8) da Caixa no bairro de Periperi, Bahia, morreu no mesmo dia do crime. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (10) pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

Segundo a SSP-BA, Ricardo dos Santos Costa, 38 anos, ficou ferido após confronto com seguranças e buscou atendimento na UPA de San Martin.

“Com a informação de que um dos assaltantes havia ficado ferido na troca de tiros com vigilantes, equipes da 17ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Uruguai) encontraram Ricardo dos Santos Costa, 38 anos, traficante que atua na Cidade Baixa.O criminoso foi localizado no mesmo dia do crime, na unidade médica, de onde foi encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos”, afirmou a SSP-BA.

A polícia informou que ele era conhecido pelo apelido de ‘Micraque’ e teria sido socorrido, segundo informações iniciais, por parentes. “Estamos colaborando com as equipes responsáveis pela investigação e à disposição para qualquer diligência em busca dos outros integrantes da quadrilha”, informou o comandante da 17ª CIPM, major Everton Monteiro.

Ação

Um segurança local afirmou que quatro homens entraram armados na agência para executar a ação. Ele também afirmou que havia outros bandidos do lado de fora da agência, aguardando para ajudar na fuga.

Segundo o segurança, que preferiu não se identificar, ele conseguiu avistar duas motos, mas não tem certeza de quantos homens estavam no assalto, porque tudo aconteceu muito rápido.

“Só demorou uma eternidade para quem estava na hora. Mas aconteceu tudo muito rápido”, disse ele.

Nas imagens do circuito de segurança da agência, que registrou parte da ação realizada pelos assaltantes. Nas imagens, é possível perceber o momento em que os bandidos entram e menos de um minuto após um homem de boné verde apontar uma arma contra as pessoas que estavam no local um novo corre-corre inicia: era o momento da fuga.

*Informações retiradas do Correio

Faça um comentário