Bolsonaro volta a atacar governadores pelo isolamento social
A + A -

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

31 de maio de 2020
Site auditado pelo

Redes Sociais

[email protected]

Bolsonaro volta a atacar governadores pelo isolamento social

Presidente compartilhou vídeo em suas redes sociais em que um trabalhador diz que governadores estão querendo ganhar nome à custa do sofrimento

Bolsonaro volta a atacar governadores pelo isolamento social
Foto: Sergio Lima

Menos de 24 horas após baixar o tom em pronunciamento em rede nacional, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar governadores e prefeitos que estão promovendo o distanciamento social como forma de combater a disseminação do novo coronavírus.

 

Bolsonaro foi às redes sociais logo no início da manhã desta quarta-feira,01, e compartilhou um vídeo de um trabalhador que reclama da falta de movimento no Ceasa de Belo Horizonte (MG).

Vídeo suspeito

“A culpa disso aqui é dos governadores. Porque o presidente da República está brigando incessantemente para que haja uma paralisação responsável”, explicou o autor do vídeo-selfie.
Já no fim, o homem alega, sem citar nomes, que os governadores estão “querendo ganhar nome e projeção política às custas do sofrimento da população”.
Ao compartilhar o vídeo, Bolsonaro disse que fatos e realidades devem ser mostrados e que não interessa apontar os culpados só depois da destruição.
“Não é um desentendimento entre o presidente e alguns governadores e alguns prefeitos”, escreveu Bolsonaro. 

Pronunciamento

O presidente Jair Bolsonaro disse nessa terça-feira,31, durante pronunciamento em rede nacional, que o governo tem uma missão durante a pandemia do coronavírus: “Salvar vidas sem deixar para trás os empregos”.

Bolsonaro apresentou um tom mais moderado em comparação ao último discurso em rede nacional, quando chamou a pandemia de “resfriadinho” e “gripezinha”. Na ocasião, ele pregou o fim do que chamou de “confinamento em massa”.

Agora, chamou a atual crise de “maior desafio” dessa geração.

“O Brasil avançou muito nesses 15 meses, mas agora estamos diante do maior desafio da nossa geração”, afirmou.

(*) Com informações do Metrópoles 

 

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias