'Declarações caluniosas': deputados emitem nota de repúdio contra Joana Darc - Amazonas1
23 de janeiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

‘Declarações caluniosas’: deputados emitem nota de repúdio contra Joana Darc

Na sessão conturbada que elegeu Roberto Cidade (PV) o novo presidente da Assembleia, Joana declarou que os votos foram comprados por R$ 200 mil

‘Declarações caluniosas’: deputados emitem nota de repúdio contra Joana Darc
Foto: Alberto César Araújo/Aleam

Em nota oficial divulgada nesta sesta sexta-feira (04), os 16 deputados estaduais que votaram a favor de Roberto Cidade (PV), como novo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), repudiaram as declarações feitas por e Joana D’arc (PL).

Durante o expediente da última quinta-feira (03) na Aleam, a deputada trocou farpas com todos os parlamentares que votaram em Roberto Cidade (PV). Em alguns momentos Joana Darc fez ataques diretamente à Cidade e o acusou de compra de votos.

Leia mais: Joana Darc acusa Cidade de apoiar ‘golpe’ por não ter recebido apoio para ser presidente da Casa

Sem, no entando, apresentar provas, Joana D’arc afirmou que Roberto Cidade comprou os votos dos deputados que votaram à favor dele na presidência, cada voto a 200 mil reais.

“Eu posso afirmar que o deputado Roberto Cidade comprou os votos desta casa, porque aqui, todo mundo acaba sabendo de tudo e cada voto saiu à 200 mil reais”, declarou Joana D’arc.

Leia mais:Após PEC surpresa e ‘golpe’, Roberto Cidade é eleito novo presidente da Aleam

“Os 16 deputados estaduais, eleitos democraticamente no Amazonas, que votaram para a presidência  da Assembleia Legislativa do Amazonas, no deputado Roberto Cidade, vêm à público manifestar repúdio pelas declarações caluniosas e levianas proferidas Joana D’arc”, iniciam em nota.

Veja abaixo a íntegra da nota.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading