US - R$ 4,08

×

Eduardo Bolsonaro vai processar Instagram e Facebook por censura

Olavo de Carvalho que o orientou a dar início à ação judicial.

(Foto: Divulgação)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) anunciou em suas redes sociais que vai processar o Instagram e o Facebook por censura. Ele afirma que ambas tiraram do ar uma publicação em que ele criticava uma matéria da revista “Época” cujo repórter fez sessões particulares de coaching com a sua esposa, Heloísa Bolsonaro.

Na noite da última terça-feira (17), Eduardo publicou uma foto assinando uma procuração ao lado de um advogado. Nas postagens, ele citava os nomes e divulgava fotos dos jornalistas.

Na legenda, ele conta que foi Olavo de Carvalho quem o orientou a dar início à ação judicial, e volta a citar os nomes dos jornalistas envolvidos na reportagem. E acrescenta:

“Com a liberdade vem a responsabilidade e eu respondo por tudo que publico nas minhas redes sociais. Não cabe ao Facebook/Instagram me censurar previamente em pleno 2019. Que tais atitudes fique no passado e que reafirmemos que vivemos numa democracia com liberdades plenas.”

Eduardo Bolsonaro afirma que no Twitter sua postagem não foi derrubada. Foi nessa rede social que ele anunciou, no sábado (14), que a publicação nas outras redes sociais havia sido tirada do ar:

Faça um comentário