US - R$ 4,17

×

Gasto de R$ 7 milhões com blindados para Bolsonaro e Mourão gera polêmica

O presidente pretende aumentar a sua segurança pessoal utilizando R$ 7,1 milhões do dinheiro do contribuinte na compra de carros de luxo blindados para sua família

O presidente da República, Jair Bolsonaro, está relacionado a duas das dez expressões mais publicadas da tarde desta sexta-feira, 24, no Twitter brasileiro. Por um lado, críticos do presidente questionam a compra de carros blindados que ficarão a serviço das famílias de Bolsonaro e do vice-presidente Hamilton Mourão. Por outro, apoiadores do presidente convocam usuários a aderirem às manifestações em favor do governo marcadas para o domingo, 26. Integrantes da bancada do PSL na Câmara de Deputados estão empenhados em promover as manifestações pró-Bolsonaro de domingo

(Foto: Divulgação)

O deputado Nicoletti (PSL-RR) usou o Twitter para convidar “a todos a participarem do grande ato em apoio ao nosso presidente Jair Bolsonaro”. Carla Zambelli (PSL-SP) usou a decisão do Supremo Tribunal Federal de criminalizar a homofobia para convocar manifestantes. Segundo Zambelli, o STF está “legislando”, o que é “mais um motivo para irmos às ruas no domingo”. 

A #DomingoPeloBrasil está sendo usada por bolsonaristas nesta sexta para defender as manifestações. Às 13h25, era a quinta expressão mais usada do Twitter brasileiro. No mesmo horário, a sétima expressão mais publicada era “Bolsonaro e Mourão”.

Na noite de quinta-feira, o blog do jornalista Guilherme Amado, da revista Época, revelou que o Planalto pretende gastar R$ 7,1 milhões para comprar carros blindados – até 39 veículos – que ficarão à disposição para atender familiares de Bolsonaro e de Mourão. Segundo o jornalista, o pregão exige veículos com pneus à prova de balas e suportes para armas letais.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) criticou a medida. “Enquanto sua única política de segurança pública é a distribuição de armas para todo mundo, o presidente pretende aumentar a sua segurança pessoal utilizando R$ 7,1 milhões do dinheiro do contribuinte na compra de carros de luxo blindados para sua família”, tuitou.

(*) Com informações do Estadão Conteúdo
Faça um comentário