Partidos de oposição de Manaus formam bloco de resistência
27 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Partidos de oposição de Manaus formam bloco de resistência

Este é o segundo encontro do bloco de resistência, que é formado pelos partidos PMN, PSB, PCdoB, PT, PDT e PSol

Partidos de oposição de Manaus formam bloco de resistência

Líderes e representantes de partidos do Amazonas, que fazem oposição aos governos estadual e federal, se reuniram na noite desta quinta-feira, 10, na sede do Partido da Mobilização Nacional (PMN), situada na rua Peru, número 5, Conjunto Eldorado, para traçar estratégias de resistência.

Políticas públicas de destruição de direitos conquistados ao longo de décadas pela classe trabalhadora, aposentados, indígenas e outras minorias foram discutidas durante a reunião que durou cerca de duas horas. Este é o segundo encontro do bloco de resistência, que é formado pelo PMN, PSB, PCdoB, PT, PDT e PSol.

O presidente estadual do PMN, o advogado Marcelo Amil, defendeu que o diálogo e a união são necessárias para defender os direitos do manauara e também do povo amazonense.

“Hoje foi um dia histórico porque há anos a esquerda não se reunia com tanto número, tanta intensidade e com tanta qualidade quanto o que conseguimos hoje. Receber aqui no PMN os partidos reunidos neste fórum, mostra que estamos conseguindo consolidar uma frente de pensamento com campo para oferecer uma alternativa para Manaus. Isso é fantástico, e foi só o começo. A cada reunião eu enxergo que estamos dando passos corretos”, pontua Amil.

Os líderes partidários progressistas e de esquerda organizam um ato público oposicionista a ser realizado no próximo mês e terá a participação da sociedade em geral, que não concorda com as políticas que destroem os direitos dos brasileiros.

 

(*) Com informações da assessoria 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading