Projeto de Lei barra candidatura de Moro nas eleições de 2022
29 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  32oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Projeto de Lei barra candidatura de Moro nas eleições de 2022

Rodrigo Maia tem avaliado votar, ainda em fevereiro, a urgência desta proposta. Ela será analisada, inicialmente, na Comissão de Constituição e de Justiça

Projeto de Lei barra candidatura de Moro nas eleições de 2022
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um Projeto de Lei (PL), que se for votado e aprovado, pode impedir o ex-juiz e hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de se candidatar à presidência em 2022 está engavetado na Câmara dos Deputados.

Leia mais

 Bolsonaro já escolheu Moro para vice em 2022, diz Feliciano

Caso o ex-juiz tope a nova empreitada e, em uma estratégia bastante inusual, ele vise se afastar do cargo para concorrer em 2022, ou 2026, ele estaria impedido caso este PL seja aprovado.

O projeto, apresentado na Câmara dos Deputados em novembro de 2019, a Lei Complementar nº 64, de 18 de maio de 1990, visa estabelecer novos prazos de desincompatibilização para cargos que se submetem à vedação constitucional de filiação partidária, como é o caso de juízes e membros do Ministério Público.

Rodrigo Maia tem avaliado votar, ainda em fevereiro, a urgência desta proposta. Ela será analisada, inicialmente, na Comissão de Constituição e de Justiça.

O líder do Podemos na Câmara, deputado federal José Nelto (GO), acredita que o projeto é uma manobra de líderes políticos para retirar o ministro da Justiça, Sergio Moro, das eleições de 2022.

“Haverá uma queda de braço dura contra quem quer prejudicar o ministro Sergio Moro”, adverte Nelto.

 

(*) com informações do Congresso em Foco

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading