Relatório de transição tem 149 documentos de 35 instituições do Amazonas
21 de janeiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Relatório de transição tem 149 documentos de 35 instituições do Amazonas

A equipe de transição do governo apresentou resultado preliminar do relatório com informações do quadro atual da administração estadual

Relatório de transição tem 149 documentos de 35 instituições do Amazonas
Relatório de transição tem 149 documentos - (Foto:Divulgação)

O governador eleito, Wilson Lima (PSC), e o vice-governador eleito, Carlos Almeida  (PRB), reuniram-se com futuros secretários e chefes de autarquias na tarde quinta-feira, 27, no auditório da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). Foram elaborados 140 documentos sobre 35 instituições, entre órgãos do governo e entidades vinculadas.

Wilson Lima já havia reunido com cada um dos novos gestores para discutir desafios e prioridades das pastas. A reunião com toda a equipe foi para alinhar os trabalhos para este início da nova administração estadual.

Relatório de transição tem 149 documentos – (Foto:Divulgação)

 

“Nós temos uma missão a cumprir. A equipe que está aqui é qualificada, é altamente comprometida. Eu escolhi vocês porque confio na capacidade técnica de cada um. E aqui ninguém trabalha sozinho. Vocês precisam trabalhar em conjunto. O governo vai funcionar assim. Ipaam não funciona sem apoio da Sema, Secretaria de Segurança Pública não funciona sem apoio da PM. Esses são só alguns dos exemplos. A gente tem que trabalhar de forma integrada”, disse o governador eleito.

Wilson Lima afirmou, ainda, que existem áreas como saúde, educação e segurança pública que receberão atenção prioritária, mas ressaltou que a determinação é avançar em todas as áreas.

“Todas as secretarias, autarquias, precisam fazer um bom trabalho com foco no cidadão. Nós vamos governar para o povo, vamos trabalhar dia e noite para melhorar a vida de quem precisa”, acentuou.

Durante a reunião, integrantes do Movimento Brasil Competitivo (MBC), que auxiliaram a equipe de transição do novo governo a elaborar o relatório com informações da administração estadual, apresentaram primeiros resultados do levantamento.

O Movimento Brasil Competitivo tem contribuído com a transição de Governo em vários Estados. O MBC atua como mobilizador entre os diferentes setores do país na busca pela excelência em gestão e melhoria da competitividade brasileira.

No Amazonas o MBC tem contribuído com o levantamento de dados, sistematização dessas informações e projeções de gestão pública. Segundo o MBC, o Amazonas e o Rio Grande do Sul são os Estados do país que mais se destacam em relação ao comportamento adotado para receber um governo.

 

*Com informações da assessoria 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading