MENU
logo-amazonasum

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Produtora de Manacapuru assina contrato para fornecer móveis para escolas do AM

Outros 13 beneficiários de sete cidades já realizaram a assinatura do contrato para o fornecimento dos itens escolares
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 03 de junho de 2021 – 16:14
Foto: Divulgação

MANACAPURU, AM – Apta a participar do Programa de Regionalização do Mobiliário Escolar (Promove), da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), a moveleira Olinda Nunes Rodrigues, do município de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), assinou, nesta quarta-feira (02), contrato para início de fornecimento de mobiliários escolares para as escolas do Governo do Amazonas. A ação é realizada em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto, por meio do Agro Amazonas.

Olinda é proprietária da movelaria Rodrigues Pierre de Souza Comércio de Madeiras e Móveis, que beneficia diretamente 20 famílias durante o período de confecção dos produtos, envolvendo homens e mulheres. A moveleira, credenciada pelo programa há mais de 10 anos, falou sobre suas expectativas para mais um ano de parceria junto à ADS e sobre seu projeto de empregar mulheres para fazer o acabamento dos móveis.

Leia mais: Investidores de países desenvolvidos demonstram interesse no Amazonas

“Minhas expectativas são as melhores! Esse é um programa que nos possibilita ter a garantia de uma fonte de renda certa. É por meio dele que eu consigo empregar 20 pessoas, e desde o ano passado, estou com um projeto que emprega mulheres para a realização do acabamento dos produtos. Para essa nova edição, pretendo continuar com essa iniciativa, pois é necessário que essa mão de obra seja estendida para as mulheres, acredito que a empresa só ganha”, falou.

Durante a primeira semana, 13 beneficiários de sete cidades já realizaram a assinatura do contrato para o fornecimento dos itens escolares.

Os aptos são: Maria R. Raposo e Claudiane Alves, do município de Novo Aripuanã; D. Colares Filho, de Borba; Valdir Bezerra e Associação Apemol, de Lábrea; Ferrazo & Ferrazo, de Humaitá; D. C. De Lagos, de Manicoré; P.R de Souza, C.F. da Silva, E. F da Silva, F. Aires e Sepulveda e Pena Comércio, de Manacapuru; e J.E Comércio Ltda, de Parintins.

Neste ano, cerca de 45 movelarias de 20 municípios do estado foram credenciados. De acordo com a presidente da ADS, Michelle Bessa, o governo por meio da Agência e da Secretaria de Educação, têm trabalhado para fomentar e agilizar o processo do Promove, com objetivo de beneficiar os moveleiros. Ao todo, foram destacados ao programa mais de R$ 8 milhões em recursos.

Leia mais: Especialista do Amazonas alerta para o combate à obesidade infantil

“A grande vantagem neste ano é que conseguimos iniciar a fase de assinatura dos contratos mais cedo, em comparação com o ano passado. Para nós, isso é motivo de alegria e satisfação, pois os produtores terão um tempo maior para a produção dos móveis, e assim eles conseguirão ter um retorno financeiro significativo e muito mais rápido”, explicou a gestora da ADS.

Em 2021, os dois municípios que mais credenciaram no Promove foram: Parintins, com 12 habilitados; e Manacapuru, com cinco credenciados. A novidade desta temporada, é que a cidade de Urucará foi credenciada pela primeira vez. Barreirinha, Benjamin Constant, Boa Vista do Ramos, Borba, Carauari, Eirunepé, Envira, Guajará, Humaitá, Itacoatiara, Lábrea, Manaus, Manicoré, Novo Aripuanã, Rio Preto da Eva e Tefé, também participam do Promove neste ano.

(*) Com informações da assessoria

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap