MENU
logo-amazonasum

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Relator do Caso Flordelis pede a cabeça da deputada

De acordo com Alexandre Leite, Flordelis tentou fraudar os trabalhos legislativos para alterar o resultado da deliberação no Conselho de Ética
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 08 de junho de 2021 – 12:56
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

BRASÍLIA, DF – O deputado federal Alexandre Leite (DEM-SP) afirmou que existem quatro motivos para a cassação do mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ). A parlamentar é acusada de ser a mandante do assassinado do marido, Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019.

O parecer deve ser votado na tarde desta terça-feira (8). A prisão da deputada não foi efetuada por ela ter imunidade parlamentar. Além disso, ela ainda enfrenta a representação no Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro.

Leia mais: Relator pede que Flordelis seja cassada por morte do marido

De acordo com Leite, a deputada abusou das prerrogativas constitucionais asseguradas aos membros do Congresso em duas ocasiões. Em outras duas, Flordelis tentou fraudar os trabalhos legislativos para alterar o resultado da deliberação no Conselho.

Para ele, a deputada não conseguiu comprovar o que alegou como defesa, além de mentir sobre a compra da arma utilizada no crime. O relator ainda explica que Flordelis tentou associar uma testemunha e também colocar a culpa na morte do marido em cima dos filhos por meio da imprensa.

“[Flordelis] tem um modo de vida inclinado para a prática de condutas não condizentes com aquilo que se espera de um representante do povo”, escreveu o relator.

Leia mais: PF aponta funcionário de Damares como financiador de protestos pró-Bolsonaro

A defesa da deputada afirmou que não houve quebra de decoro, e que o relator usou o argumento baseado em falas de delegados, ignorando assim as provas apresentadas pela defesa e audiências com testemunhas.

“Mantenho a minha fé no cumprimento da Justiça, pois tenho a consciência limpa, sei que sou inocente e que a verdade vai prevalecer acima de tudo”, destacou Flordelis.

(*) Com informações do Uol

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap