MENU
logo-amazonasum

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

STJ adia julgamento de denúncia sobre supostos crimes na saúde do Amazonas

A defesa alegou não ter tido prazo hábil para apresentar todas as alegações
Da Redação
• Publicado em 03 de junho de 2021 – 08:35
(Foto: Secom/Divulgação)

MANAUS, AM – O Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou, nesta quarta-feira (2), o julgamento sobre o recebimento de uma denúncia criminal contra o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e o vice-governador do estado, Carlos Almeida (PSDB). O caso envolve a compra de respiradores destinados ao tratamento dos pacientes com a Covid-19.

Leia mais: Governo formaliza contrato com Fiocruz para vacina de Oxford

O processo foi retirado de pauta a partir de um pedido da defesa, que alegou não ter tido prazo hábil para apresentar todas as suas alegações, incluindo a abertura de prazo para manifestação do Ministério Público.

“Sugeri o adiamento desta sessão. Acato a proposta de tirar processo de pauta. Vou dar prazo ao MP e aos advogados e assim que ele estiver pronto, peço à vossa excelência para pautar”, disse o ministro Francisco Falcão. O ministro Humberto Martins disse que, no “momento oportuno”, o processo será levado a julgamento.

Leia mais: Wilson Lima afirma que sua gestão prioriza a saúde do povo

A denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) inclui outras 16 pessoas, entre empresários e servidores públicos. De acordo com a PGR, a investigação começou ainda em 2020, depois que 28 respiradores foram comprados em uma loja de vinhos.

(*) Com informações da CNN Brasil

Para saber mais, clique aqui: https://bit.ly/2RgqyBL

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap