MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Ministério da Saúde não garante novas doses de vacina para Manaus nesta semana

• Publicado em 12 de julho de 2021 – 19:01

MANAUS (AM) Após grandes propagandas e festas em comemoração ao avanço da vacinação na capital amazonense, a Prefeitura de Manaus voltou atrás e anunciou a paralisação da vacinação em primeira dose contra covid-19 por falta de vacinas suficientes para a população vacinável.

A alteração no cronograma e os erros de logística na campanha evidenciam o interesse do prefeito David Almeida (Avante) em usar a vacinação como publicidade pessoal. Em nota enviada com exclusividade ao Portal Amazonas1, o Ministério da Saúde informa que não tem como garantir a reposição dos estoques nesta semana, como foi divulgado pela Semsa.

Desde o início do cronograma de vacinação, o prefeito David Almeida realizou diversas celebrações. No último dia 19 de junho, por exemplo, David comemorou, com festa, balões e fogos de artifício, a marca de 1 milhão de pessoas vacinadas em Manaus. Menos de um mês depois, anuncia que as vacinas acabaram e que a população ficará três dias sem a campanha. Vale lembrar que desse total de pessoas vacinadas, pouco mais de 300 mil foram imunizadas de fato, ou seja, receberam as duas doses.

Na última quinta-feira (8), David anunciou a imunização para pessoas acima de 20 anos. Na sexta, os pontos de vacinação ficaram lotados e apesar de o horário ser estendido até às 18h, não teve imunizante suficiente para todo o público. Logo depois, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) anunciou que a vacinação contra covid-19 não iria ocorrer nos fins de semana e retornaria na segunda. Já no sábado (10), a pasta anunciou que o cronograma estaria suspenso na até quarta-feira (14).

Leia mais: Especialistas afirmam que David usa vacinação para ‘publicidade pessoal’

Para o infectologista Nelson Barbosa, houve falhas no planejamento da prefeitura uma vez que o pais passa por dificuldade de adquirir imunizantes para avançar na vacinação.

“O ideal é que não houvesse esse contratempo, pois, a vacinação é fundamental na pandemia que estamos vivendo, se a população não for vacinada mais pessoas ficam desprotegidas. Logo, fica claro que houve falha da prefeitura no planejamento da vacina, pois se o órgão é ciente que não tem doses suficientes, o prefeito não deveria estender a vacinação para um público tão grande. O próprio governo federal já sinalizou que está com dificuldade de comprar vacinas para todos os estados, com isso, é fundamental que o prefeito tenha uma comunicação com o governo, para que erros como este não ocorram”, explicou.

Apesar de a Semsa informar que as vacinas devem chegar nos próximos dias, o Ministério da Saúde informou que não há previsão ou garantia que Manaus receberá as doses disponíveis para distribuição.

“O Ministério da Saúde informa que, para concretizar a distribuição semanal de vacinas, o planejamento e a estratégia de imunização são pactuados entre União, estados e municípios no menor tempo possível. Após essa reunião tripartite, é definido o quantitativo para cada estado e Distrito Federal.”

Após a entrega dos imunizantes pelos laboratórios, eles passam por um controle de qualidade rigoroso, contagem e rotulagem no Centro de Distribuição Logístico, em Guarulhos/SP. Quando as doses são liberadas para distribuição, os planos de voos são definidos e os lotes chegam aos estados em até 48 horas, em uma operação logística complexa e realizada em tempo recorde.’

Questionada pela equipe de reportagem, a pasta municipal não se pronunciou sobre os transtornos da paralisação. O Portal Amazonas1 destaca que o espaço está aberto para esclarecimentos.

Indignação

Nos últimos meses, David tem se apropriado da vacinação para promover sua imagem pessoal, desenvolvendo até mesmo um slogan: “Onde tem prefeitura, tem vacina”. No entanto, a população não parece estar convencida da propaganda.

Com a paralisação, vários internautas criticaram a decisão da prefeitura nas redes sociais da Semsa. Entre as críticas estão o horário comercial da vacinação, baixa quantidade de postos e falta de informação do Executivo.

Confira:

Foto: Divulgação

Publicidade pessoal

Com diversões conflitos de gestão e investigações que podem prejudicar sua imagem, David Almeida apostou na vacinação para camuflar os escândalos ocorridos em janeiro, no início da vacinação, conforme explicou o cientista político Helso Ribeiro.

“A gestão do prefeito começou sendo alvo de escândalos, em menos de um mês, a população pedia o impeachment de David Almeida devido ao suposto caso de fura-filas da vacina – uma situação nunca vista antes. Então, acredito que o governo do David tenta utilizar os ‘louros’ da imunização para beneficiar sua gestão, assim como sua imagem”, ressaltou.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais:Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap