Forças Armadas vão ajudar a atualizar cadastro de imunizados em Manaus - Amazonas1
18 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Forças Armadas vão ajudar a atualizar cadastro de imunizados em Manaus

Os 36 militares vão incluir no Vacinômetro, informações de nove, dos 133 pontos de imunização espalhados pela cidade

Forças Armadas vão ajudar a atualizar cadastro de imunizados em Manaus
Foto: Jamyly Macedo / CCC

A Prefeitura de Manaus, por meio do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), firmou parceria com o Comando Militar da Amazônia (CMA) e 36 militares da Marinha, Exército e Aeronáutica começaram nesta terça-feira  (2), o processo de digitação das pessoas imunizadas, atualizando o Vacinômetro em tempo real, dando mais transparência ao processo.

Até o momento, mais de 150 mil doses da vacina contra a covid-19 já foram aplicadas, o que corresponde a 5,81% da população amazonense. Para o tenente Willian Dias, secretário da Casa Militar, essa parceria que surgiu por iniciativa do prefeito David Almeida, é fundamental.

Leia mais: Covid-19: Amazonas confirma mais 1,5 mil casos e 74 mortes em 24 horas

“A ideia partiu do prefeito David Almeida e a gente pediu o apoio do Exército brasileiro, que nos deu um suporte maior com a vacinação. É uma iniciativa importante para manter a transparência e a celeridade das informações”, enfatizou.

Os 36 militares são coordenados pelo superintendente do CCC, Sandro Diz, e vão incluir no Vacinômetro, informações de nove, dos 133 pontos de imunização espalhados pela cidade, contemplando mais de 50% dos vacinados diariamente.

“Os distritos de Saúde Norte, Sul e Oeste trazem diariamente a lista de vacinados e com o braço amigo do CMA a digitação será feita de forma muito mais célere. Ainda estamos no meio do dia e já temos cadastrados e vacinados mais de quatro mil pessoas. Essa parceria nos permitirá divulgar as informações praticamente em tempo real”, destacou Diz.

Para a Marinha, que já vem dando apoio logístico às ações de combate à covid-19, essa parceria reforça sua missão que é de preparar e empregar o poder naval, a fim de contribuir para a defesa da pátria, explica o capitão de fragata, Henrique.

“A solicitação de apoio veio do Comando Conjunto da Amazônia que está gerenciando as ações de combate ao coronavírus em toda a região amazônica. Além do apoio no cadastro, também estamos realizando inspeções navais e apoio logístico de materiais fluviais”, afirmou o capitão.

Os soldados ficarão à disposição do CCC durante todo o período de vacinação, enquanto houver alta demanda.

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]