Mais de 100 pessoas são presas em festa clandestina em Manaus - Amazonas1
21 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Mais de 100 pessoas são presas em festa clandestina em Manaus

De acordo com a polícia, a festa já vinha sendo programa há dias e os organizadores contrataram até um DJ de fora para o evento

Mais de 100 pessoas são presas em festa clandestina em Manaus
Fotos: Carlos Soares / SSP-AM

Por meio de denúncia pelo telefone 181, agentes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) fecharam uma festa clandestina com mais de cem pessoas, no ramal do Areal, quilômetro 10 da rodovia BR -174, que liga Manaus à Boa Vista (RR). A ação ocorreu na tarde deste domingo (07).

De acordo com a polícia, a festa já vinha sendo programa há dias e os organizadores contrataram até um DJ de fora para o evento.

Ao todo, foram apreendidos R$ 4 mil em espécie, três pedras de Oxi, 39 comprimidos de drogas sintéticas, 67 trouxinhas de oxi, 15 trouxinhas de cocaína, 140 trouxinhas de pasta base de cocaína, 15 cigarros de maconha  duas porções de maconha.

Fotos: Carlos Soares / SSP-AM

Segundo o secretário de segurança pública, coronel Louismar Bonates, essa é a terceira festa clandestina flagrada neste fim de semana pelas fiscalizações policiais. A primeira foi no bairro do Alvorada, zona centro-oeste, teve uma também nos bairros de Flores, zona centro-sul, e um ‘rolezinho’ no Novo Aleixo, zona norte.

“Quando a equipe policial chegou no local, alguns integrantes fugiram, mas a maioria foi detida e conduzida para os procedimentos. Essa festa foi toda planejada, tinha estrutura e com certeza iria durar a noite toda”, destacou.

O secretário disse, ainda, que a população tem sido parceira do sistema de segurança e sempre denuncia os eventos clandestinos, que estão acontecendo durante a pandemia da COVID-19 no Amazonas.

Fotos: Carlos Soares / SSP-AM

“Nós estamos apurando todas as denúncias que recebemos via 181 e no site da SSP e agradecemos a população pelas informações”, afirmou Bonates.

Os integrantes da festa assim como os organizadores foram conduzidos para Delegacia Geral de Polícia Civil. Os detidos assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por descumprimento de medida sanitária, com previsão de pagamento de multa e prestação de serviço comunitário estabelecido pelo Poder judiciário.

Também foi aberto um inquérito sobre tráfico de drogas, onde todos serão arrolados e ouvidos. Um segurança da festa vai responder pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

 

*Com infromações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]