Netflix anuncia sequência de 'Cidade Invisível', sucesso em mais de 40 países - Amazonas1
22 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Netflix anuncia sequência de ‘Cidade Invisível’, sucesso em mais de 40 países

A história mostra investigações policiais, conflitos humanos e muito mistério ao longo dos episódios; personagens do folclore brasileiro são destaque

Netflix anuncia sequência de ‘Cidade Invisível’, sucesso em mais de 40 países
Foto: divulgação / Netflix

A Netflix confirmou nesta terça-feira (2) que a série “Cidade Invisível” (2021) irá ter uma segunda temporada. A trama estrelada por Marco Pigossi, 32, e Alessandra Negrini, 50, marcou a estreia do produtor Carlos Saldanha fora do mundo da animação, e chegou à lista de conteúdos mais assistidos do streaming, por pelo menos um dia, em mais de 40 países, incluindo o Brasil.

A produção da nova temporada segue com a Prodigo Films, em parceria com a Netflix. A história mostra investigações policiais, conflitos humanos e muito mistério e ao longo dos episódios são mostrados personagens inspirados no folclore brasileiro. “É uma alegria enorme ver um produto nosso, do Brasil, chegar a tantas partes do mundo e agradar a tantas pessoas”, disse Saldanha.

“Foi o meu primeiro projeto 100% brasileiro, com a Prodigo Films, e eu não poderia estar mais feliz com a oportunidade de seguir contando essa história. Recebi muitos comentários, li bastante sobre o que as pessoas desejam para a continuação, e estou levando tudo em consideração para trazer ao público uma sequência bacana”, continuou o produtor, conhecido por trabalhar nas franquias “A Era do Gelo” (2002), “Rio” (2011) e “O Touro Ferdinando” (2017), que foi indicado ao Oscar na categoria de melhor animação.

O desejo para a segunda temporada da série, é ir além do Rio de Janeiro e explorar o mundo invisível em outra região do país. O elenco ainda não está confirmado, mas promete novidades, já que os novos personagens que irão habitá-la ainda são segredo.

Nos primeiros episódios acompanhamos um policial ambiental que encontra uma conexão entre a morte de sua esposa e o aparecimento de um boto cor-de-rosa morto em uma praia, no Rio de Janeiro. Ao longo das investigações, ele descobre um mundo oculto habitado por personagens do folclore brasileiro.

Haná Vaisman, gerente de conteúdo de séries originais brasileiras da Netflix, disse que “Cidade Invisível” nasceu de um desejo para resgatar as personagens do folclore brasileiro. “São histórias que fazem parte da memória afetiva dos brasileiros, mas que ainda não haviam sido abordadas com uma visão contemporânea”, afirma.

“Ao mesmo tempo em que estamos celebrando o retorno positivo dos fãs da série aqui e em outros países, também reconhecemos que temos um compromisso ainda maior em fazer com que mais pessoas se vejam representadas nessa segunda temporada. Estamos muito felizes em continuar trabalhando ao lado de Carlos Saldanha com toda sua excelência criativa”, concluiu Vaisman.

A data de início das gravações da sequência ainda não foram divulgadas. A primeira temporada contou, além de Pigossi e Negrini, com Jessica Córes, Fábio Lago, Wesley Guimarães, Julia Konrad, José Dumont e Manu Dieguez.

 

(*) Com informações da Folhapress

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]