João Lúcio: reforma da ala com 23 leitos cirúrgicos é entregue pelo Governo do Amazonas - Amazonas1
20 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

João Lúcio: reforma da ala com 23 leitos cirúrgicos é entregue pelo Governo do Amazonas

"Há 12 anos que o Hospital João Lúcio não sofria uma intervenção tão profunda como essa que estamos fazendo. A obra já está 43% concluída", afirma Wilson Lima

João Lúcio: reforma da ala com 23 leitos cirúrgicos é entregue pelo Governo do Amazonas
Foto: Diego Peres/SECOM

O governador Wilson Lima entregou, nesta quinta-feira (03), uma ala reformada com capacidade para 23 leitos cirúrgicos no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio Pereira Machado, na zona Leste da capital. A reforma das salas de raio-X e tomografia também foi concluída pela Secretaria de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra).

Distribuídos em sete enfermarias, os leitos da ala reformada são destinados a pacientes que se recuperam de procedimento cirúrgico ou estão se preparando para a cirurgia.

Leia mais: Wilson Lima lança o ‘Saúde Amazonas’ com investimento de R$ 1,4 bilhão até 2022

“Nós montamos uma estratégia para interferir o mínimo possível na rotina desses pacientes, e agora o pessoal começa a trabalhar na outra ala. Além dessa reforma interna, estamos trabalhando na reforma elétrica, e isso é importante para evitar desperdício de energia elétrica e a perda de equipamentos, como tem acontecido há muito tempo”, afirmou o governador.

Dentre as melhorias realizadas na ala estão: troca de alarme de incêndio, reconstrução dos banheiros com acessibilidade, instalação de iluminação LED, nova distribuição elétrica com equipamentos de ponta, adequação do sistema de oxigênio, instalação de bate-macas nas paredes e iluminação individual por leito.

Investimentos

O HPS João Lúcio está passando por obras desde o mês de maio. O projeto tem investimento de R$ 15,4 milhões, em recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Segundo Wilson Lima, as intervenções vão melhorar o atendimento à população e as condições de trabalho na unidade de saúde, referência em neurocirurgia e politraumatismo.

“Há 12 anos que o Hospital João Lúcio não sofria uma intervenção tão profunda como essa que nós estamos fazendo. A obra já está 43% concluída, e a nossa previsão é que ela seja entregue em novembro. Isso vai garantir mais conforto, melhor qualidade no atendimento aos pacientes e também melhores condições de trabalho para os profissionais que trabalham aqui”, acrescentou Wilson Lima.

A Seinfra iniciou nesta semana a reforma no telhado e cobertura do hospital. Em paralelo, seguem os serviços de reconstrução das calçadas, pavimentação, implantação do sistema de climatização e revitalização geral no sistema elétrico.

“É uma obra que não é só interna, nós estamos fazendo todo um trabalho estrutural aqui dentro. Nós estamos dando uma outra cara para o hospital João Lúcio”, destacou o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo.

Referência

A unidade também está passando por uma reestruturação do atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). O processo envolve treinamentos, fortalecimento da humanização e mudanças nos fluxos, transformando o HPS João Lúcio de dentro para fora.

De acordo com o ex-diretor do hospital e atual secretário executivo de Controle Interno da Saúde, Silvio Romano, tudo isso permitirá uma mudança institucional na unidade, com a melhoria dos serviços.

“A proposta é que nós entreguemos um hospital novo não só em infraestrutura, mas na questão inclusive da prestação de serviços à nossa população, por isso é que  iremos continuar e talvez criar mais outros projetos, ouvindo os usuários, cuidando de melhorar a assistência na ponta, para que ao final nós tenhamos uma mudança institucional, não só uma mudança de infraestrutura”, disse.

A unidade tem média de 10 mil atendimentos e 350 cirurgias por mês. Além dos procedimentos cirúrgicos, o João Lúcio realiza, em média, cerca de 5 mil exames de raio-X e 3.300 tomografias computadorizadas.

Durante a reforma, que acontece em etapas, a unidade reorganizou o atendimento para que nenhum serviço fosse interrompido, contando com leitos de retaguarda da rede da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) na capital.

Outros serviços

No cronograma de obras executado pela Seinfra, está ainda a reforma das alas de enfermaria do 3º e 1º andar do hospital, dos centros cirúrgicos, Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), salas de observação e demais dependências, além de instalação do sistema de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), subestação, recuperação da cisterna e caixa d’água.

“Vamos dotar o hospital de uma modernidade, de boas condições, tirar todos os pontos falhos, todas as anomalias, todos os defeitos que sempre acometeram essa edificação. Nós vamos colocar uma estação de tratamento de esgoto que vai verdadeiramente cumprir o seu papel e nós vamos dotar esse hospital das condições de salubridade que ele necessita”, ressaltou o secretário titular da Seinfra, Carlos Henrique Lima.

Na primeira fase da obra, foram concluídos os serviços de instalação de novos postes de iluminação, além da pavimentação da área externa, ampliação de estacionamento e a reforma da área administrativa da unidade. Os 30 postes de luz antigos, alguns dos quais sem funcionamento, foram substituídos por 50 postes com iluminação de LED, que oferece maior durabilidade e economia de energia.

*Com informações da SECOM

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading