Maia pede desculpas à China após declarações de Eduardo Bolsonaro

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

29 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Maia pede desculpas à China após declarações de Eduardo Bolsonaro

O parlamentar declara em outro post que a postura de Eduardo Bolsonaro não leva em consideração os ritos diplomático entre Brasil e China.

Maia pede desculpas à China após declarações de Eduardo Bolsonaro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu desculpas à China nesta quinta-feira, 19,  pela acusação feita pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que escreveu uma mensagem no Twitter responsabilizando o governo chinês pela pandemia do novo coronavírus.

“Em nome da Câmara dos Deputados, peço desculpas à China e ao embaixador Yang Wanming pelas palavras irrefletidas do Deputado Eduardo Bolsonaro”, escreveu Maia em seu Twitter. 

O parlamentar declara em outro post que a postura de Eduardo Bolsonaro não leva em consideração os ritos diplomático entre Brasil e China. Rodrigo Maia diz que torce para que as nações possam sair da pandemia logo e mais fortes.

“A atitude não condiz com a importância da parceria estratégica Brasil-China e com os ritos da diplomacia. Em nome de meus colegas, reitero os laços de fraternidade entre nossos dois países. Torço para que, em breve, possamos sair da atual crise ainda mais fortes”, afirmou o presidente da Câmara em outro post.

No final da manhã da ultimas quarta-feira 18,  fazendo uma analogia com o vazamento da usina nuclear soviética de Chernobyl, na década de 1980, o parlamentar e filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alegou que a China preferiu “esconder algo grave” a se expor “tendo um desgaste que salvaria inúmeras vidas”.

“Quem assistiu Chernobyl vai entender o que ocorreu. Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. Mais uma vez uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas”, escreveu Eduardo Bolsonaro.

Em resposta às declarações de Eduardo Bolsonaro, a embaixada chinesa declarou que as palavras do deputado são extremamente irresponsáveis e que ele contraiu um vírus mental que está infectando a população com posturas preconceituosas. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading