Transtorno de ansiedade generalizada: sintomas e como tratar

Se caso tiver sintomas, procure um médico para diagnosticar e tratar da maneira correta.
Sabrina Oliveira – Portal AM1
Publicado em 18/01/2022 14:20
Foto: Reprodução/Pixbay

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG), é caracterizado pela ansiedade em excesso, preocupação exagerada com o cotidiano sem motivos óbvios, sendo irreal ou desproporcional com a situação. 

De acordo com o manual de classificação de doenças mentais (DSM.IV), a TAG é um distúrbio caracterizado pela preocupação excessiva ou expectativa apreensiva, sendo persistente e difícil de controlar, que dura por no mínimo 6 meses e por pelo menos 3 meses apresenta os sintomas.

Além de afetar os pensamentos, também pode levar a sintomas físicos e tem sintomas como visão irreal dos problemas, inquietação, irritabilidade, tensão muscular, dores na cabeça, sudorese, náuseas ou queimação, fadiga, dificuldade em concentrar, dormir ou ficar acordado, espasmos, entre outros.

O transtorno de ansiedade pode ocorrer em qualquer idade, e ter sintomas semelhantes a outros transtornos, como pânico, fobia, transtorno obsessivo compulsivo e depressão.

Se caso tiver sintomas, procure um médico para diagnosticar e tratar da maneira correta.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é feito através de um médico especializado, levando em conta o histórico do paciente, avaliação clínica e se necessário, exames para complementar. 

Tratamento

O tratamento da TAG inclui o uso de medicamentos prescritos por um médico e terapia comportamental cognitiva.

Saúde Mental

A saúde mental deve ter os devidos cuidados e atenção tanto quanto a saúde física e contar com o apoio de profissionais especializados é essencial para ter uma boa qualidade de vida.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 1 entre 4 pessoas será afetada por problemas mentais ou neurológicos durante a vida e contar com profissionais especializados é essencial para diagnosticar, tratar ou descartar qualquer possibilidade de doença.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS