MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Aliados de Bolsonaro ignoram evento de inspeção das urnas eletrônicas

Políticos apoiadores do governo federal não compareceram ao evento de inspeção das urnas, mesmo com dúvidas com o sistema
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 04 de outubro de 2021 – 15:31
Foto: Antonio Augusto/secom/TSE

BRASÍLIA, DF – Políticos aliados ao governo federal não compareceram ao evento para inspeção das urnas eletrônicas para as eleições de 2022. O sistema eleitoral tem levantado muitas dúvidas dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que questionam o funcionamento das urnas. Nesta segunda-feira (4), o Tribunal Superior Eleitoral antecipou a inspeção onde foram abertos os códigos-fonte do sistema.

Ao todo, foram 22 partidos divididos entre presidentes ou representantes que estiveram no evento. A presença foi marcada pelos representantes do PT e do PSDB, e também na maioria do centro como MDB, PP e PSD. O Senado Federal foi representado por Antônio Anastasia e a Câmara dos Deputados por Luciano Bivar.

Leia mais: Sob suspeitas de irregularidades, TSE abre código-fonte das urnas eletrônicas

O PTB, presidido pelo ex-deputado Roberto Jefferson, foi o partido em que mais esteve ausente. Além dele, o Patriota, sigla do senador Flávio Bolsonaro, também não compareceu ao evento. As duas legendas têm sido alinhadas ao governo federal, em destaque o presidente Bolsonaro, o qual fez diversas críticas às urnas eletrônicas.

Os códigos-fonte são a transcrição dos softwares em linguagem digital, contendo todas as especificações sobre o funcionamento dos sistemas eleitoras, incluindo as urnas eletrônicas.

A abertura dos códigos-fontes é uma solenidade obrigatória realizada pelo TSE antes de cada eleição. Na ocasião, os códigos-fonte podem ser inspecionados por representantes técnicos dos partidos políticos, do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), das Forças Armadas, da Polícia Federal e de universidades, entre outras instituições.

(*) Com informações da Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap