×

Amazonino não fecha acordo com policiais e greve pode acontecer dia 15


Policiais miliatres do Amazonas pretendem paralisar as atividades na quinta-feira, 15. A decisão foi anunciada após o governador Amazonino Mendes não atender as reivindicações  dos representantes da Associação de Praças do Estado do Amazonas (Apeam), que buscam as promoções autorizadas pela Lei 4044, das promoções especiais. 

(Foto: Divulgação)

Para ‘dar um aviso’ ao governador,  o grupo bloqueou a avenida Torquato Tapajós, na zona centro-sul de Manaus, na tarde desta segunda-feira, 12. O trânsito ficou congestionado no local.

Os nomes de policiais que estão aptos a receber promoções pelo Quadro Especial de Acesso não foi divulgado no Boletim Geral (BGO) na segunda-feira. Pela parte da manhã, a categoria havia se reunido com o governador, que garantiu os direitos dos policiais, mas a promessa não foi cumprida.

Em nota, o Governo do Amazonas informou que está aberto ao diálogo com os policiais militares, cujos representantes foram recebidos pelo governador Amazonino Mendes na semana passada. E ressaltou o trabalho do  Governo em promover melhorias, como aumento do auxílio alimentação e do auxílio moradia para os policiais que servem no interior do Estado, entre outros beneficios.

“Hoje (12), a Comissão de Promoção de Praças (CPP) se reuniu e, na ocasião, foram assinadas as atas que deixam aptos à promoção mais 2.093 policiais militares. Com planejamento e responsabilidade, o Governo está avançando na reposição das perdas salariais acumuladas de governos passados. Esse planejamento inclui a reposição da data-base que os policiais militares estão sem receber desde 2015”, diz um dos trechos da nota.

Leia também

 

Policiais se dizem enganados por Amazonino e convocam reunião

Comentários
Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.