US - R$ 3,93

×

Asprom quer unir com Sinteam para reivindicar reajuste salarial de 15%

O pedido feito através de carta aberta, foi encaminhado hoje, 15, para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Ana Cristina Rodrigues


O Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (AspromSindical) encaminhou uma carta aberta ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) pedindo a união das duas entidades em relação aos protestos pedindo o reajuste salarial. O pedido feito através de carta aberta, foi encaminhado hoje, 15, para a presidente do Sinteam, Ana Cristina Rodrigues.

Assinada pela Coordenadora Geral do Asprom, Helma Pereira Sampaio, a carta afirma que o Governo do Estado aposta no fracasso da greve e que isso seria uma perda muito grande para as duas entidades.

Além disso, o Asprom propõe a criação de uma Comissão de Negociação Partidária para legitimar a união e assim fortalecer a categoria quanto aos protestos pelo reajuste salarial de 15%.

“Acreditamos fortemente que é possível as duas entidades de classe, sem subordinação de uma a outra, atuarem de forma combinada na persecução da vitória da categoria nesta Campanha Salarial”

Faça um comentário