Campo de Azulão: Cigás e empresa firmam contrato de compra e venda de gás - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

27 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Campo de Azulão: Cigás e empresa firmam contrato de compra e venda de gás

O Campo de Azulão está em realização de obras para a exploração do gás natural, liquefação em um terminal específico e posterior transporte rodoviário até Roraima

Campo de Azulão: Cigás e empresa firmam contrato de compra e venda de gás
Foto: Divulgação

Nesta quarta (12), a Companhia de Gás Natural do Amazonas (Cigás), distribuidora do insumo, e a empresa produtora Eneva firmaram contrato de compra e venda do gás natural que será produzido no interior do Amazonas a partir de 2021. O gás produzido no Campo de Azulão, localizado em Silves (AM), será direcionado para a geração de energia térmica em Boa Vista (RR), na Usina Térmelétrica Jaguatirica II, operada pela Eneva.

Atualmente, o Campo Azulão está em fase de desenvolvimento, com a realização de obras para a exploração do gás natural, liquefação em um terminal específico e posterior transporte rodoviário até a capital de Roraima. O contrato de compra e venda entre Cigás e Eneva viabiliza que o gás liquefeito no Estado do Amazonas possa atender a esta demanda.

Quando estiver em operação, o Campo de Azulão será o primeiro a produzir gás natural na Bacia do Amazonas. Todas as demais operações do insumo são provenientes da bacia do Urucu, comandadas atualmente pela Petrobrás, mas cujo anúncio de processo de venda foi feito pela petroleira brasileira há algumas semanas.

O Campo de Azulão foi descoberto na década de 1990 pela Petrobrás, mas nunca produziu. Adquirido pela Eneva em 2018, o Campo de Azulão passou a ser desenvolvido e tem previsão para entregar as primeiras produções já em 2021.

 

Leia mais: Em Novo Aripuanã, governador Wilson Lima inaugura hospital

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading