US - R$ 4,12

×

Cheia já afeta 56 municípios do AM; 28 estão em estado de emergência

Outros 26 municípios estão em estado de alerta e outros dois em estado de atenção. A Defesa Civil já possui um plano de ação para auxiliar todas as famílias

O balanço divulgado pela Defesa Civil Estadual nesta quinta -feira, 23, aponta que 28 municípios do interior do Amazonas já estão em situação de emergência em virtude da cheia dos rios deste ano. As cidades de Barcelos e Novo Airão estão em situação de atenção.

A Defesa Civil está enviando equipes aos locais mais afetados (Divulgação)

Na calha do médio e alto Solimões, onde ficam localizadas as cidades de Tabatinga, Benjamin Constant,  Atalaia do Norte, Tefé e Maraã são cerca de 40 mil pessoas afetadas.  E na calha do baixo Solimões, os números são ainda maiores, chegando em mais de 98 mil pessoas. O baixo Solimões abrange os municípios de Anori, Anamã, Iranduba, Caapiranga, Carreiro da Várzea e Manacapuru.

A Defesa Civil já possui um plano de ação para auxiliar todas as famílias que estão nos locais afetados e informou que equipes já estão sendo deslocadas para verificar todos os problemas enfrentados.

Confira a lista com os municípios


Situação de emergência

Calha do Juruá – Eirunepé, Guajará, Ipixuna, Carauari, Juruá e Itamarati
Calha do Purus – Boca do Acre, Lábrea, Canutama e Tapauá

Calha do Madeira – Humaitá, Novo Aripuanã, Manicoré, Borba e Nova Olinda do Norte
Calha do Alto Solimões – Atalaia do Norte, Benjamin Constant e Tabatinga
Calha do Baixo Solimões – Manacapuru, Iranduba, Careiro da Várzea, Anori, Caapiranga e Anamã
Calha do Médio Solimões – Maraã, Tefé
Calha do Baixo Amazonas – Parintins e Boa Vista do Ramos

Situação de Alerta

Purus – Beruri
Alto Solimões – São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Iça e Tonantins
Médio Solimões – Jutaí, Fonte Boa, Japurá, Uarini, Alvarães, Coari
Baixo Solimões – Codajás, Manaquiri e Careiro Castanho
Médio Amazonas – Itacoatiara, Silves, Autazes, Urucurituba e Itapiranga
Baixo Amazonas – Barreirinha, São Sebastião do Uatumã, Nhamundá e Urucará
Rio Negro – Manaus, Santa Isabel e São Gabriel

Situação de Atenção

Calha do Rio Negro – Barcelos e Novo Airão

Cheia dos Rios 

Em 2015,  a enchente na bacia do Rio Solimões bateu o recorde, o nível do rio chegou em 22,80 metros. Os estragos foram graves e as comunidades ribeirinhas foram afetadas com danos econômicos, principalmente por terem sido atingidas em lares e comércios. 

Faça um comentário