Júnior Leite contrata R$ 1,4 milhão com serviço de táxi aéreo em Maués - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

9 de agosto de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

redacao@amazonas1.com.br

Júnior Leite contrata R$ 1,4 milhão com serviço de táxi aéreo em Maués

Duas empresas, uma do Amazonas e outra do Acre, irão dividir o contrato milionário da prefeitura de Maués

Júnior Leite contrata R$ 1,4 milhão com serviço de táxi aéreo em Maués
Foto: Reprodução

Em Maués, o prefeito Júnior Leite (PSD) quer gastar mais de R$ 1,4 milhão com frete de táxi aéreo para atender a prefeitura municipal. A homologação do processo de licitação realizado para contratação de duas empresas foi publicada no Diário Oficial dos Municípios (DOM), na edição de quarta-feira, 1º.

De acordo com o documento, o serviço de frete de táxi aéreo deverá atender o “complexo administrativo da Prefeitura Municipal de Maués/AM” e vai custar o total de R$ 1.404.500,00.

A possível contratação acontece no momento em que os casos de covid-19 no interior do Amazonas totalizam 43.654, representando 61,64% do total, que é 70.823. Só em Maués, há 987 casos e 31 óbitos pela doença.

Veja mais: FVS-AM registra 930 casos de covid-19 sem atualização de nove municípios

Vale destacar, ainda, que os municípios do interior possuem UTI Aérea e que o Estado dispõe de três modelos de aeronaves, utilizadas de acordo com a necessidade de cada caso e a distância do município de origem do paciente, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Sem fiscalização

Os serviços de fiscalização em relação ao fretamento de táxis aéreos são precários. No início do mês, inclusive, foi denunciado na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), pelo deputado Adjuto Afonso (PDT), que as empresas de transporte aéreo estavam conduzindo pessoas com suspeita de infecção por covid-19.

Empresas

O valor milionário, conforme a publicação do DOM, será pago a duas empresas diferentes, que realizam serviços voltados para o “transporte aéreo de carga”, sendo uma delas a CTA – CLEITON TÁXI AÉREO LTDA, inscrita no CNPJ nº 04.984.400/0001-30, que receberá R$ 700,5 mil

Em consulta ao site da Receita Federal, o Portal AM1 apurou que a empresa fica localizada no município de Nova Olinda do Norte. Além disso, conforme a Receita, a empresa possui capital social de R$ 3,8 milhões e seus donos são Claiton Sergio de Souza e Igor Fontinelle De Sousa.

Já a outra empresa que deverá ser contratada pela Prefeitura de Maués e que receberá o total de R$ 704 mil é a RIO ACRE AÉREOTÁXI LTDA – ME, com CNPJ nº 09.235.989/0001-97.

De acordo com a Receita, a empresa fica localizada em Rio Branco (AC) e atende pelo nome fantasia Dugomes Táxi Aéreo. Com capital social de R$ 1,1 milhão, a empresa tem como donos Gleberson Pinheiro Gomes e Dennery Pinheiro Gomes.

Sem resposta

A reportagem do Portal AM1 entrou em contato com a Prefeitura de Maués, por meio do e-mail segom.maues@gmail.com disponível no site da Associação Amazonense dos Municípios (AAM). A equipe, no entanto, não obteve retorno até a publicação da matéria.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading