Mais de 200 diretores de escolas municipais participam de formação

US - R$ 4,19

×

Mais de 200 diretores de escolas municipais participam de formação

O grande desafio é permitir que o gestor pare e reflita sobre as práticas, sobre os processos que ele atua nas escolas e os desafios que ele tem.

Aproximadamente 250 diretores de escolas municipais participaram nesta sexta-feira, 18, da 4ª Formação de Gestores, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Com o tema “Gestão Democrática e Participativa”, a ação reuniu educadores das Divisões Distritais Zonais (DDZs) rural (Rodoviária), Oeste e Centro-Oeste e Leste 1 na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), na zona Centro-Sul.

A realização da formação acontece por intermédio da Prefeitura de Manaus, que iniciou em 2017 e vai até 2020, é organizada pela Gerência de Formação Continuada (GFC/DDPM) da Semed, e está dentro das diretrizes do Programa de Formação e Certificação de Gestores Escolares (Progem), que aborda variados temas divididos em quatro módulos.

A primeira etapa da formação deste ano ocorreu no dia 2 de agosto, com os gestores das unidades de ensino das DDZs Norte, Centro-Sul, Sul e Leste 2. A formação tem o objetivo de fortalecer a cultura de práticas de gestão participativa, além de sensibilizar quanto a importância da parceria na gestão escolar e no engajamento de toda comunidade escolar nas ações para melhoria da aprendizagem dos estudantes.

Na oportunidade, os educadores debateram sobre os seguintes temas: instrumentos e estratégicas da gestão democrática, processo de gestão, mediações de conflitos, organização escolar a partir do conceito da gestão democrática e plano de gestão da escolar.

Segundo a gerente da GFC da Semed, Rosane Xavier de Freitas, a intenção da formação é ajudar no trabalho realizado pelos gestores nas escolas da rede municipal. “Nesta proposta de trabalho, nós temos discutido a identidade, os desafios e as possibilidades do gestor na perspectiva da educação pública inclusiva. Nosso grande desafio é permitir que o gestor pare e reflita sobre suas práticas, sobre os processos que ele atua nas escolas e os desafios que ele tem”, comentou.

Para Thiago Eugênio Gomes, formador do Programa de Tutoria Educacional (PTE), a ação visa no geral à aprendizagem dos alunos em sala de aula. “Nós trazemos neste módulo algumas experiências de formação, incluindo textos, estratégias formativas e dinâmicas para desenvolver especificamente com os diretores no Progem. Temos recebido um feedback dos diretores, porque eles estão construindo plano de ação nessa formação e alguns deles já estão aplicando nas escolas”, disse.

Formação

A diretora Marlondia Miranda, da escola municipal Solange Nascimento, na BR-174, Km 2,5, zona Rodoviária, que participa da formação desde 2017, disse que o curso contribuiu muito para o trabalho realizado nas unidades de ensino com os 760 alunos do 6º ao 9º anos do ensino fundamental. “Na zona rural é um trabalho diferenciado, pois na minha gestão numa escola do 6º ao 9º o trabalho é realizado com um quantitativo grande de professores. Vejo que a formação contempla e a gente leva para prática todo esse conhecimento. Isso é de suma importância, pois vai ajudar no cotidiano escolar”, contou.

Para o diretor Frank Nogueira de Almeida, da escola municipal Antonina Borges de Sá, bairro São José, zona Leste, que atende mais de 1,6 mil alunos do 6º ao 9º anos e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) nos três turnos, a formação auxilia muito no trabalho de gestão escolar.  “O conhecimento e aprendizado é sempre fundamental. Esse tema vamos levar para a escola e trabalhar com os professores e com trabalho em equipe. Nosso objetivo maior é o aprendizado  do aluno, a união dos professores para realizarmos um bom trabalho satisfatório durante o ano”, finalizou.   

(*) Com informações da assessoria

Faça um comentário