Setor produtivo recebeu mais de R$ 1,5 milhão em mantimento à produções - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

26 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Setor produtivo recebeu mais de R$ 1,5 milhão em mantimento à produções

A produção industrial do estado foi a que teve o melhor desempenho no mês de junho, influenciado principalmente pelos setores de bebidas e motos

Setor produtivo recebeu mais de R$ 1,5 milhão em mantimento à produções
Foto: Reprodução

Durante a pandemia, a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) investiu mais de R$ 12,3 milhões, com recursos próprios, em financiamentos aos setores secundário e terciário, incluindo empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM). Uma delas foi a Tutiplast Indústria e Comércio Ltda., do segmento de injeção plástica, que foi contemplada com crédito de R$ 1,5 milhão para ajudar a manter suas atividades e mais de 1.200 postos de trabalho.

Leia mais em: Como microempresários conseguiram driblar a crise com auxílios via Afeam

O governador Wilson Lima esteve na empresa, nesta terça-feira (11), ocasião em que reconheceu o papel do setor produtivo durante a pandemia.

“Nós tomamos uma decisão muito acertada de manter o Distrito aberto (durante a pandemia), não houve nenhuma limitação com relação a isso. Aqui dentro do Distrito Industrial eu tive um controle muito maior, porque aqui eu tenho médicos, as empresas têm condições de fazer testagem, de fazer monitoramento, saber se tinha algum funcionário que apresentava sintomas e identificar essa família, então isso nos deu uma ajuda muito grande”, disse o governador.

Segundo Wilson Lima, o momento é de trabalhar pela recuperação das atividades econômicas e da arrecadação, que sofreu perdas principalmente no mês de maio. Para o governador, a Afeam tem um papel fundamental nesse processo, beneficiando pequenos e grandes empreendimentos.

“No momento em que ela disponibiliza aqui um aporte de R$ 1,5 milhão, ela também disponibiliza para aquela senhora que trabalha com confecção lá na comunidade R$ 5 mil. Aí você vai distribuindo R$ 5 mil, R$ 10 mil, R$ 15 mil e chega em R$ 1 milhão, contemplando uma quantidade significativa de trabalhadores na informalidade, que têm a oportunidade de crescer o seu negócio e que estão sendo assistidos pelo Estado”, frisou.

Equilíbrio fiscal

Wilson Lima destacou, ainda, as medidas adotadas pelo Governo do Amazonas para manter o equilíbrio das contas públicas durante a pandemia, o que já possibilitou o pagamento da primeira parcela do 13º dos servidores estaduais.

“Hoje, no Estado do Amazonas, estamos trabalhando para sermos referência no combate à Covid-19. Entre os estados brasileiros e o Distrito Federal, nós somos o terceiro que tem melhor saúde fiscal no Brasil. Não é fácil, mas felizmente a gente consegue honrar nossos compromissos. Tudo isso é resultado de muito esforço que a gente tem feito, e no momento em que o Governo se organiza nesse sentido, ele passa a confiança necessária para a indústria e para o investidor”, acrescentou o governador.

Os números já são animadores: de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a indústria do Amazonas foi a primeira a voltar ao nível pré-pandemia. Entre os 15 locais pesquisados, a produção industrial do estado foi a que teve o melhor desempenho no mês de junho (alta de 65,7%), influenciado principalmente pelos setores de bebidas e motos.

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading