Volta às aulas do ensino fundamental é anunciada por Wilson Lima - Amazonas1
28 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Volta às aulas do ensino fundamental é anunciada por Wilson Lima

Ao todo, retornarão às atividades 107 escolas, totalizando mais de 111 mil alunos da rede pública estadual e 3 mil professores

Volta às aulas do ensino fundamental é anunciada por Wilson Lima
Foto: Márcio Silva / Portal AM1

O retorno das aulas presenciais do Ensino Fundamental I e II (anos iniciais e finais), na rede pública estadual de ensino da capital, será no dia 30 de setembro. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (24) pelo governador do Amazonas, Wilson Lima. Ao todo, retornarão às atividades 107 escolas, totalizando mais de 111 mil alunos da rede pública estadual e 3 mil professores.

“Será de forma híbrida, parte presencial e parte virtual, pode acompanhar pelo nosso programa ‘Aula em Casa’. Os alunos irão duas vezes por semana às escolas, que estão preparadas para recebê-los com toda segurança, com pias, álcool em gel, tapetes sanitizantes, e vão receber máscaras. Todas as estruturas estão com sinalização, distanciamento social e todas as orientações que são repassadas pelas autoridades sanitárias”, ressaltou Wilson Lima.

Durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (24), em que foram anunciadas medidas restritivas para conter o aumento de casos de covid-19, o governador enfatizou que os estudantes não podem ser penalizados, uma vez que as aulas do ensino médio, retomadas em agosto, não têm incidência direta sobre o aumento de casos observado em Manaus, nas últimas semanas.

Leia mais: Bares, praias, casas de shows e balneários são fechados no Amazonas para conter covid-19

“Não é o retorno das aulas, do ano letivo, que está promovendo esse aumento da covid na capital. Estamos tomando, hoje, medidas restritivas e de fechamento para priorizar o que é prioridade. Eu não vou deixar balada aberta e escola fechada. Nós não podemos punir o aluno público, que já tem uma defasagem histórica em relação ao ensino privado, porque alguns querem ir para a balada”, frisou Wilson Lima.

Ele ressaltou, ainda, que uma série de fatores foi determinante para a decisão pela volta às aulas no sistema híbrido.

“O primeiro é diminuir desigualdades e recuperar o que essas crianças já perderam. Por conta de estarem isoladas, em casa, temos o problema de insegurança alimentar, porque muitas dependem da merenda escolar. Temos casos de aumento de violência doméstica pelo fato de que essa criança passa mais tempo em casa, às vezes está na rua, e aumenta a possibilidade de ser aliciada pelo tráfico de drogas. São fatores que a gente tem levado em consideração”, pontuou Wilson Lima.

Sistema híbrido

As turmas serão divididas em dois blocos (A e B), que frequentarão as unidades em dias alternados. Quando não estiverem na escola, os estudantes deverão acompanhar as transmissões do projeto “Aula em Casa”.

Para esse retorno, as unidades de Ensino Fundamental receberam totens e dispensers de álcool gel e pias e sabonetes em pontos estratégicos. As escolas foram, ainda, sinalizadas com os principais protocolos de segurança em saúde. Ao todo, cerca de 428 pias foram instaladas para essa retomada.

Protocolos

As unidades terão de obedecer a protocolos bem definidos de distanciamento social: uso obrigatório de máscaras e EPIs, monitoramento da saúde dos alunos, higiene pessoal e dos ambientes escolares e redução de 50% dos estudantes nas aulas presenciais, entre outras medidas que irão garantir a saúde e segurança de todos.

“Nós iniciamos as aulas do ensino médio no último dia 10 de agosto e hoje, passados 40 dias desse retorno, os resultados são muito promissores. Tivemos duas notificações de casos suspeitos entre alunos, foram investigadas pela FVS (Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas) e foram rechaçadas. Isso comprova que a escola é um ambiente controlado, um ambiente monitorado e nos deixa muito tranquilos para o reinício das atividades do ensino fundamental”, destacou o secretário de Educação, Luís Fabian Barbosa.

Todos os alunos do Ensino Fundamental receberão duas máscaras de pano, que deverão ser trocadas na metade da jornada escolar. A Secretaria de Educação também investiu na aquisição de 16 mil dispensers de álcool gel/sabão, 135 mil litros de álcool gel, 650 totens de álcool gel e 800 tapetes sanitizantes, para toda a rede.

Testes rápidos

A Secretaria de Educação segue, ainda, com a testagem em massa dos seus profissionais. Até segunda-feira (21), 8.129 servidores haviam sido testados, com 7.681 obtendo resultados negativos ou fora do período de transmissão – mais de 94% dos examinados.

A retomada em Manaus já era prevista no calendário da Secretaria de Estado de Educação e Desporto. “Convidamos todos os pais de alunos do Ensino Fundamental que visitem suas unidades escolares, para que lá tenham certeza que a Seduc não envidou esforços para garantir o bem-estar e a saúde de todos”, acrescentou o secretário de Educação.

 

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading