MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Após criticar ponto facultativo, David volta atrás e acata folga na véspera do feriado

No último dia 31 de agosto, David Almeida afirmou que era contra decretar ponto facultativo nos órgãos públicos por desassistir à população
Beatriz Araújo – Portal Amazonas1
• Publicado em 08 de outubro de 2021 – 10:49
David quer segurar entrega do Orçamento 2022 'até o último dia'
Foto: Divulgação / Semcom

MANAUS (AM) – Após levantar um discurso contrário aos pontos facultativos que, tradicionalmente, são adotados em Manaus um dia antes de feriados municipais ou nacionais, o prefeito da cidade, David Almeida (Avante), voltou atrás e decidiu prolongar o feriado da próxima semana e fechar os órgãos públicos na próxima segunda-feira (11).

No último dia 31 de agosto, David Almeida afirmou que era contra decretar ponto facultativo nos órgãos públicos, na época, inclusive, ele chegou a anunciar que estava sofrendo pressão para assinar a folga que antecedeu o feriado do Dia da Independência, no dia 7 de setembro. Na época, David não decretou ponto facultativo municipal.

Na ocasião, ele chegou a dizer que a ausência do ponto facultativo representava a “mudança”  de sua gestão. David chegou a usar a si mesmo como exemplo de trabalho.

Leia mais: Fúria de David vem das denúncias de fraude e favorecimento a parentes da filha

“Eu estou todos os dias nas ruas, domingo, feriado e assim será o nosso trabalho. O Distrito Industrial trabalha, o comércio trabalha, os rodoviários trabalham, a limpeza trabalha e a prefeitura vai trabalhar porque também o prefeito vai trabalhar no feriado. Nós estamos mudando algumas lógicas nessa cidade. O feriado é dia 7, então, dia 7 todos os servidores estão liberados para o feriado. Não vamos decretar o ponto facultativo”, comentou David, à época.

David também mencionou os prejuízos que o ponto facultativo causa na cidade e nos serviços públicos. “As coisas na cidade de Manaus mudaram. Quando eu decreto ponto facultativo na cidade, mais de 240 mil crianças ficam sem comer nas nossas escolas e 150 mil pessoas deixam de ser atendidas nas UBSs nos pontos da prefeitura. Todos precisam desses serviços”, disse.

Porém, o mesmo discurso não se sustentou nesta semana, que antecede o feriado de Nossa Senhora Aparecida, a ser comemorado na próxima terça-feira (12).

Desta vez, David não levantou críticas ao ponto facultativo e assinou a folga no apagar das luzes dos trabalhos da prefeitura, nessa quinta-feira (7). Na justificativa, David diz que o ponto facultativo foi adotado para conter desesperas no Executivo Municipal.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap