MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Após polêmica na CPI, Bolsonaro posta foto gargalhando com Luciano Hang

Luciano Hang usou uma postura negacionista durante seu depoimento na CPI e defendeu firmemente o governo federal
Beatriz Araújo – Portal Amazonas1
• Publicado em 30 de setembro de 2021 – 13:31
Foto: Divulgação

BRASIL – Um dia após o empresário da rede de lojas Havan, Luciano Hang, depor na Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19 no Senado Federal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou uma foto com o aliado em suas redes sociais. A imagem faz menção ao depoimento polêmico de Hang a favor de Bolsonaro.

A imagem compartilhada por Bolsonaro nesta quinta-feira (30) é um print da participação de Hang em uma live do presidente. Na imagem, ambos se olham e riem. Em cima da mesa há um boné da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um papel e uma caneta.

Leia mais: Senador critica vídeo de Luciano Hang algemado: ‘acha que está acima da lei’

A foto é acompanhada de um texto curto: “Bom dia a todos”. Além disso, há um link para o grupo de Bolsonaro no Telegram.

A publicação é considerada ainda como ‘deboche’ aos trabalhos da CPI da Covid-19, uma vez que Luciano Hang protagonizou um dos discursos mais polêmicos desde a instauração da Comissão, em abril. Ambos estão gargalhando.

Depoimento na CPI

Na última quarta-feira (29), Hang usou uma postura negacionista durante seu depoimento no Senado Federal, no qual defendeu firmemente o governo federal e fez marketing do próprio negócio empresarial.

O empresário chegou a irritar a CPI da Covid ao levar placas com dizeres como: “Não me deixam falar”. O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), pediu para que as placas fossem retiradas e suspendeu a sessão.

Além disso, Hang não respondeu sobre os repasses recebidos pelo governo federal a sua empresa, alegando que o questionamento foi muito amplo.

A CPI também foi marcada pela discussão entre o advogado de Hang e os senadores, o que resultou na expulsão do defensor da sessão.

Hang é suspeito de integrar o chamado gabinete do ódio, que aconselharia o próprio Ministério da Saúde, no combate à pandemia, com remédios sem eficácia comprovada, além de patrocinar disparo de fake news por meio de sites, blogs e robôs nas redes sociais.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap