MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Arcebispo de Aparecida diz que ‘pátria amada não pode ser pátria armada’

Sermão do arcebispo de Aparecida, nesta terça-feira, exortou fiéis católicos a abraçarem as pessoas, crianças, pobres e autoridades
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 12 de outubro de 2021 – 11:45
arcebispo
Foto: Filipe Rodrigues/Band Vale

APARECIDA, SP – Durante o sermão pelo Feriado de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nesta terça-feira (12), o arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes, disse que “pátria amada não pode ser pátria armada”. Na missa, que aconteceu na Catedral Basílica e Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, o arcebispo ainda lamentou as pouco mais de 600 mil mortes pela pandemia de covid-19.

Brandes pediu que cada pessoa “abrace o Brasil” e o seu povo, independente de serem negros, índios ou europeus. Ele ressaltou a origem católica da fundação do país, chamando-o de Terra de Santa Cruz. O arcebispo ainda mencionou o Dia das Crianças, e a importância do cuidado a elas.

Leia mais: Arcebispo de Manaus mantém suspensão de missas até 12 de março

“Vamos abraçar nossos índios, primeiro povo dessa Terra de Santa Cruz, vamos abraçar os negros que logo vieram fazer parte desta terra, vamos abraçar os europeus que aqui chegaram. Mas nestes abracemos o Brasil enlutado pelas 600 mil mortes. Vamos abraçar nossas crianças, porque hoje é o Dia da Criança”, afirmou.

O arcebispo também ressaltou a importância do cuidado aos pobres e o respeito às autoridades. Segundo ele, é preciso abraçar as autoridades para construirmos juntos “um Brasil pátria amada”. “Para ser pátria amada, não pode ser pátria armada. Que seja uma pátria sem ódio, uma República sem mentiras e sem fake news”, apontou.

Anualmente, no dia 12 de outubro, o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida recebe milhares de fiéis e peregrinos do Brasil e do mundo. Neste ano, a data é especial, uma vez que marca o retorno da presença de romeiros e fiéis para frequentarem a catedral, uma vez que em 2020, a igreja ficou fechada devido à pandemia de covid-19.

(*) Com informações do Metrópoles.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap